Header Ads

No confronto direto, Paysandu leva a pior

(Foto: Edson Ruiz/GazetaPress)
Na tarde deste sábado (26), o Paysandu foi a Arena Fonte Nova enfrentar o Vitória, na vigésima oitava rodada da Série B. O time vencedor ficaria na vice-liderança do Campeonato e ficaria no G4 mesmo se perdesse a rodada seguinte. No primeiro turno, o Papão havia vencido o rubro-negro por 1x0, no último minuto do jogo. Mas dessa vez, a história foi escrita de outra forma e o alviazul levou a pior e perdeu a segunda partida consecutiva.


O JOGO

O Paysandu começou o jogo pressionando, mas foi o Vitória quem teve a primeira chance de gol clara. Aos 5' Diego Renan e Escudero se posicionaram para bater a falta, fizeram uma jogada ensaiada e Escudero bateu para o gol, mas a bola acabou saindo. Seis minutos depois, resposta do clube alviazul, João Lucas cruzou certeiro para Roni, que tentou finalizar e Gatito se adiantou e tirou o perigo. Aos 13' Roni deu passe para Jhonnatan chutar de longe, Gatito conseguiu fazer a defesa em dois tempos. O Paysandu começou então a só se defender e aproveitar os contra-ataques, mas acabava perdendo a bola para novas investidas do Vitória. O time rubro-negro chegou com muito perigo quando o cronometro marcava 34 minutos, Escudero cobrou falta na área e Elton de cabeça, tentou o gol, mas Emerson fez a defesa. Até que aos 39', numa nova falta, Escudero cobrou direto para o gol, mandou no canto e abriu o placar na Arena Fonte Nova. O Paysandu quase empatou aos 41', Pikachu cobrou escanteio e Gualberto subiu mais que todo mundo para cabecear, mas Gatito faz grande defesa e impede o empate alviazul.

(Foto: Edson Ruiz/GazetaPress)
No segundo tempo, o cronometro só marcava um minuto de jogo quando o Vitória ampliou sua vantagem, Escudero cobrou escanteio, a bola desviou no Paysandu e Kanu cabeceou para o gol. Aos 3' Pikachu subiu pela direita e chutou, mas Gatito defendeu. Seis minutos depois, Pikachu não desperdiçou, Fahel deu um belo passe para o lateral, que dominou e chutou cruzado para o gol, sem chances para o goleiro. O PSC tentava pressionar o time rubro negro, buscando o empate, mas parava na defesa. Aos 20' Escudero cobrou outra falta e acertou na trave, assustou o goleiro Emerson. Cinco minutos depois e o Papão chegou, Roni recebeu na área e bateu para o gol, mas Gatito fez grande defesa. E aos 26' Diego Renan arrancou pela direita e quando chegava a frente do goleiro, foi desequilibrado por Gualberto e o juiz assinalou o pênalti, na cobrança, Escudero converteu e fez 3x1 na Fonte Nova. Quatro minutos depois, o Vitória quase fez o quarto, Rhayner chutou forte e Emerson defendeu em dois tempos. 

Comentário da colunista: Há quem diga que o Vitória teve sorte, afinal, foram três gols de bola parada, mas não foi exatamente assim. O Vitória se aproveitou de falhas do Paysandu e fez seu jogo. E o time deu brechas para isso. Gilson e Fahel (apesar do lindo passe do segundo para o gol) tiveram outra atuação de baixo nível, não marcaram, o primeiro, inclusive, falhou na jogada que originou o pênalti. Pikachu, apesar do gol, ainda não voltou a ser como era e como precisamos que ele seja. Houveram muitos erros de passe e muita demora para contra atacar, o que prejudicou demais o andamento das jogadas, Jhonnatan um dos grandes responsáveis pela lentidão, Aylon também. Dado continua demorando demais para fazer substituições, fora isso, o técnico armou o time com o que tinha, não tem como culpa-lo por isso.

GOLS:

Próximo confronto: Sábado (03), às 16h30min, no Serra Dourada.
  • ATLÉTICO-GO

  • X
  • PAYSANDU






FICHA TÉCNICA:
Paysandu: Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Fahel, Gilson, Jhonnatan (Misael) e Roni (Carlinhos); Aylon e Léo Melo (Edinho). Técnico: Dado Cavalcanti
Vitória: Junior Fernandez; Diego Renan, Kanu, Ramon e Euller; Amaral, Pedro Ken (Jorge Wagner) e Escudero; Rhayner (Flávio); David (Vander) e Elton. Técnico: Vagner Mancini
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (GO), Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO) e Marcio Soares Maciel (GO)
Cartões amarelos: Gualberto (PSC); Amaral (VIT)
Cartão vermelho: Guilherme Mattis (VIT)

(@_cassiagouvea || @linhadefuundo)

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.