Header Ads

De novo? Com direito a pênalti perdido, Papão empata de novo

Na noite deste sábado (9), o Paysandu voltou a jogar pela Série B depois de passar de fase na Copa do Brasil. O adversário da vez era o Londrina, clube que, juntamente com o alviazul, era o que mais havia empatado no campeonato.

Quem esperava que a soma do 0x0 havia tido um fim nesta quarta-feira, se enganou. E depois de Atlético-GO, Goiás e Sampaio, foi a vez de empatar com Tubarão no mesmo placar. ficando mais uma rodada sem marcar gols. O Paysandu começou bem no primeiro tempo e teve a oportunidade de abrir o placar logo aos cinco minutos, quando Edson Ratinho dominou no meio de campo e tentou encobrir o goleiro, mas a bola passou perto e acabou saindo. Logo depois, Lucas teve a oportunidade de marcar chutando cruzado dentro da área, porém o chute foi para fora.

(Foto: @Paysandu)
A partida ficou um tempo sem muitas jogadas perigosas, muito por culpa do juiz que marcava todo e qualquer toque, atrapalhando o andamento do jogo e deixando a qualidade do mesmo mais baixa. Aos 27 minutos, o Londrina quase abriu o placar com Germano, que aproveitou cobrança de falta na área e cabeceou na pequena área, obrigando o goleiro Emerson a fazer grande defesa.

O Papão tentava o gol de todas as formas, entretanto, parecia não ser o dia de comemorar gols. Aos 31 minutos, Lucas cruzou para Betinho cabecear na área e Marcelo Rangel fez a defesa. Logo depois, Maílson teve a oportunidade de marcar aproveitando a sobra de bola e chutando com força na trave.

Para o começo do segundo tempo, os times não fizeram alteração. E começou novamente com oportunidade do Paysandu. Aos 4 minutos, a zaga do Londrina afastou um cruzamento e a bola sobrou para Maílson chutar, mas acabou indo para fora. Depois disso, o jogo esfriou um pouco e ficou um tempo sem jogadas perigosas, com muitos erros no meio de campo.

Numa oportunidade aos 14 minutos, Maílson driblou dois marcadores e mandou um chutaço na entrada da área, a bola passou raspando a trave. Quinze minutos depois, Matheus botou a mão na bola e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, Betinho bateu mal e viu o goleiro Marcelo Rangel fazer a defesa.

No final do jogo, o Londrina teve a oportunidade de marcar em um levantamento na área, porém Germano cabeceou para fora e o placar terminou como começou: Paysandu 0x0 Londrina.

Palavra da Colunista: Depois de mais um 0x0 na Série B, é necessária a análise individual dos jogadores.

Emerson: Se saiu muito bem quando foi exigido. Reposição de bola boa, ajudava em alguns lances perigosos. A demora em bater o tiro de meta incomodava, mas a culpa era dos atletas que não se movimentavam.

Edson Ratinho: Demorava a tomar decisões e teve seus altos e baixos na partida.

Gilvan: Pecou em algumas bolas aéreas defensivas, mas pelo chão deu vários "botes" certos.

Lombardi: Atrapalhava o Gilvan em alguns momentos e só queria dar lançamento.

Lucas: Precisa voltar para sua posição de origem, não se saiu tão mal, mas a qualidade está sendo ameaçada.

Jhonnatan: Sumiu o jogo inteiro e só apareceu no final do segundo tempo querendo ser o herói do jogo.

Capanema: Melhorou o passe, um dos melhores em campo. Só pecou na demora para soltar a bola e fazer o jogo fluir melhor.

Rafael Costa: Errou em tudo, inclusive no seu ponto forte, que era a bola parada.

Ruan: No 1° tempo se saiu bem, demonstrava uma boa visão de jogo, soltava a bola. No 2° caiu muito de nível, não conseguia dominar uma bola e ainda prejudicou na marcação do lateral.

Maílson: Perdeu as melhores chances do Paysandu, tem qualidade, mas precisa treinar um pouco mais a finalização e soltar a bola um pouco mais rápido.

Betinho: Além de perder o pênalti, fez um jogo péssimo. Nem atrapalhou os zagueiros na bola aérea.

Celsinho: Errou quase todos os passes, a maiorias das tentativas de cruzamento, esqueceu como se levanta bola na área.

Tiago Luís: Se movimentava, mudava de lado, pedia a bola. Até que se saiu bem, mas ainda há muito o que analisar.

Cearense: Entrou no final, porém não fez nada.

Gilmar Dal Pozzo: Não foi Dal Pozzo, fez trocas onde não demonstrou a ousadia habitual. Não mexeu no sistema tático do time. E precisando do resultado, jogando em casa, parecia estar satisfeito com o resultado.

Próximo jogo: Nesta terça-feira (12), o Paysandu enfrenta o Paraná, na Vila Capanema. O jogo será às 21h30.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.