Header Ads

Decepção: Paysandu desperdiça oportunidades e empata em casa

Na noite desta sexta-feira (9), o Paysandu enfrentou o Brasil de Pelotas no Mangueirão, estádio pedido pelos jogadores, que insistiam que lá se sairiam melhores. Não foi o que aconteceu, visto que, mais uma vez, o time saiu de campo sem os três pontos.

No começo da partida, o Paysandu parecia bem, demonstrava que buscaria jogo e, consequentemente, o gol. Tanto que é que, com um minuto, Tiago Luís já levou perigo para Eduardo Martini, soltando uma bomba após receber a bola pelo lado direito, entretanto sem êxito. Aos quatro minutos, a partida mudou. Felipe Garcia botou a bola nas costas de João Lucas e passou para Weldinho, que entrou livre na área e tocou rasteiro, a bola desviou em Emerson e foi para o fundo das redes.

(Foto: @Paysandu)
Nove minutos depois, João Lucas finalmente acertou algo no jogo e cruzou para Lucas, que chegou de surpresa e chutou de primeira para Eduardo Martini fazer milagre. O time da casa passou a melhorar na partida e aos 15’ finalmente veio sua recompensa. Após bela troca de passes na área, Lucas rolou para Tiago Luís livre e de fora da área, que bateu de primeira e com muita categoria, empatando o jogo.

O alviazul buscava a virada de todas as formas. Com trinta minutos, tentou a sua “jogada preferida”, uma cobrança de escanteio de Tiago Luís e Gilvan subindo para cabecear, porém o “quase gol” ficou mesmo no quase e a bola carimbou a trave.

"Coletivamente preferia que estivesse 2 a 1 e que não fossem gols meus. Mas hoje é a vitória, temos que buscar até o último minuto", disse Tiago Luís no intervalo.

O segundo tempo começou bem para o Paysandu, que aos 2 minutos já estava dentro da área adversária com chances grandes de ampliar. Após escanteio, Lucas cabeceou livre, a bola tinha rumo certo, mas Weldinho apareceu para tirar em cima da linha. Aos 20’, Dado Cavalcanti resolveu tirar Tiago Luís, que era dúvida até o início da partida por estar sentido dores e pediu para ser substituído, entretanto, a torcida não aprovou a substituição e reclamou muito.

O Paysandu ainda teve algumas oportunidades, porém sem êxito. O Brasil que passou quase todo jogo na defesa e também conseguiu uns bons contra-ataques, sem sucesso.

Palavra da Colunista: Partida imperdoável de João Lucas que, com exceção de uns dois cruzamentos certos, errou praticamente tudo, domínio de bola, passe curto, passe longo, cruzamento, além de ter levado várias bolas nas costas. Foi o pior do jogo. Por outro lado, tivemos uma grata surpresa, Leandro Cearense atuou muito bem no confronto desta sexta, errou muito pouco, protegeu muito bem a bola, deu bons passes e excelentes lançamentos, ficou faltando o gol para coroar seu grande desempenho.

Tiago Luís, que dispensa comentários, atuou como estamos acostumados, jogou bem, fez o gol e por pouco não nos deu a vitória. Já Lucas errou muitos passes, teve uma atuação de baixo nível, em alguns momentos, foi lento e atrapalhou contra ataques, entretanto, foi quem teve algumas das melhores oportunidades de marcar.

O Paysandu teve momentos de grande inspiração, nos quais criou grandes jogadas e teve oportunidades boas. Mereceu a vitória, que infelizmente não veio. O momento é de trabalhar ainda mais para manter o ritmo bom que o clube teve. Não dá para viver só de lampejos.

Próximo confronto: O Paysandu volta a jogar nesta terça-feira, novamente no Mangueirão, desta vez o adversário é o Bahia e o jogo ocorre às 19h15.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.