Header Ads

Paysandu vence a segunda e deixa a torcida otimista

Na tarde deste domingo (21), Paysandu foi ao Modelão para enfrentar o Castanhal, embalado pela vitória em casa na última quarta-feira. Mas antes mesmo de sair de Belém o clube enfrentou um problema e o início da partida teve de ser adiado. O ônibus que levava a delegação alviazul sofreu um acidente, se envolvendo num engavetamento e tendo que esperar uma perícia para seguir seu caminho. 

O Paysandu começou o jogo num 4-2-3-1 que mudava para um 4-1-4-1, com Renato Augusto protegendo a zaga. Marquinhos Santos promoveu a entrada do lateral-esquerdo Lindenberg, que neste esquema soube aproveitar as subidas de Edmar Chazinho para atacar no espaço deixado por ele, fazendo boa dobradinha com Moisés. Já Fábio Matos teve a companhia do novato Cacéres na criação de jogadas. Sendo que o segundo mostrou uma criação mais eficaz, dando bons passes.

Durante o primeiro tempo o Japiim mostrava superioridade sobre o Paysandu e, por isso, quase abriu o placar aos 8’, quando Dedeco, o nome aurinegro da partida, avançou com velocidade e chutou com força para o gol, tendo o chute defendido por Marcão. O Castanhal, bem melhor em campo, demonstrava facilidade para se movimentar no ataque, mas não conseguia ter êxito nas suas finalizações.

Apesar do melhor momento aurinegro, foi o Lobo quem abriu o placar no Modelão. Aos 41’, Lindenberg tabelou com Moisés e chutou cruzado para Nando Carandina só empurrar para dentro, fazendo 1x0.

Na segunda etapa, vimos o Castanhal começar melhor, mas dessa vez não durou muito. Aos 12’, Moisés pôs Cassiano na cara do gol, o atacante finalizou forte, Roger Kath deu rebote e o próprio Cassiano aproveitou para dar uma cavadinha e ampliar para os visitantes. 7 minutos depois, o autor do segundo gol quase fez o terceiro, quando invadiu a área e bateu colocado, para acertar o ângulo, nesta, Roger Kath se agigantou e impediu o terceiro.

Com 20’, Marquinhos Santos promoveu 2 mudanças no time alviazul. A primeira foi a saída do atacante Cassiano, que vinha jogando centralizado, pra a entrada de Magno, que atua pelos lados. A segunda alteração foi a entrada de Danilo Pires no lugar de Cacéres. Com as mudanças, o Paysandu ficou num 4-2-2-2, com Renato Augusto e Nando de volantes, Danilo e Fábio Matos de meia (um por cada lado) e Moisés e Magno de pontas, o primeiro pela direita e o segundo pela esquerda.
(Foto: Jorge Luís/ASCOM Paysandu)

Dez minutos após as substituições, Fábio Matos encontrou Maicon Silva, que cruzou para Magno, de peixinho, mandar para o gol e fazer o terceiro gol do Papão. Um minuto depois, Pedro Carmona substituiu Fábio Matos e dois minutos após sua entrada fez o quarto gol alviazul na partida. Num veloz contra-ataque, Moisés deu passe para Carmona, que ficou de cara com o goleiro e bateu no canto, sem chances para Roger Kath.

Ainda tinha jogo pela frente e o Castanhal não se intimidou, ensaiou uma reação aos 38’, quando após cruzamento na área, Marcão saiu mal e a bola sobrou para Dedeco, que aproveitou a sobra e descontou para o time da casa. Cinco minutos depois, Dedeco, de novo, apareceu e arriscou de longe, acertando um belo chute no ângulo. E a partida acabou assim: Castanhal 2-4 Paysandu.

🏆 Melhor em campo: Moisés. Apesar de sair do gramado sem gols, o atacante se mostrou muito participativo, jogando para equipe, sem ganância. Participou ativamente de 3 dos 4 gols deste domingo, dando um belíssimo passe para Cassiano no segundo e o deixando de cara com o goleiro. 

Próximo jogo: O Paysandu volta aos gramados nesta quarta-feira (24), contra o São Raimundo, na Curuzu, às 20h30.

3 comentários:

Tecnologia do Blogger.