Header Ads

Grêmio copeiro contra Flamengo badalado


Um confronto que para muitos é visto como o jogo mais esperado do ano de 2019. Nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena gremista, se enfrentam Grêmio e Flamengo pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores da América.
Considerados os times de maior qualidade de futebol exibido no Brasil. Quando o assunto são os números das equipes dentro de campo, o que vemos é que uma semelhança, ambos os times gostam de atacar, e buscar o gol, por exemplo, o melhor ataque do país é do Flamengo com 100 gols em 53 jogos, e logo atrás está o Grêmio que soma 97 gols em 55 jogos.
Fora de campos o valor do orçamento rubro-negro é quase o dobro do gremista. Flamengo é o time que mais gasta em salários mensalmente, R$ 19 milhões, e o orçamento é o maior do país com R$ 765 milhões. O time gaúcho é bem mais cauteloso com esses números, a folha salarial soma R$ 10 milhões, já o orçamento R$ 307 milhões.
Outro assunto que destoa entre as equipes é a experiência em competições internacionais. O Grêmio é copeiro e tem três títulos na Libertadores da América (1983,1995,2017), e é experiente em mata-matas contra times brasileiro, ao total foram dez confrontos com sete classificações e três eliminações. O time rubro-negro só tem uma conquista na competição em 1981. O Flamengo terá pela frente o sétimo brasileiro em mata-matas da Libertadores: venceu três.

Grêmio aposta na Libertadores
O tricolor gaúcho, que faz sua terceira temporada seguida com a direção do técnico Renato Gaúcho e na primeira delas colocou um troféu da Libertadores em sua galeria, não titubeou em escolher a competição como sua prioridade. Assim, sempre que teve um jogo do torneio em sua agenda colocou reservas em ação no encontro anterior do Brasileirão.
Os titulares estarão de volta ao gramado hoje, mas ainda há dúvidas em relação à escalação que será colocada para encarar o rubro-negro. A maior delas é em relação à condição física do zagueiro Geromel, que está em processo de recuperação de lesão. Ainda não se sabe se terá condições de atuar. O mais provável é que só esteja disponível para o jogo de volta. Assim, David Braz deve formar a dupla de área com Kannemann.
No ataque, Alisson, outro que estava aos cuidados do departamento médico, recebeu o sinal verde. Nesse caso, ser relacionado como titular será uma questão técnica. O mesmo vale para a lateral-direita. O veterano Leonardo Moura, que ficou pouco mais de um mês afastado, mostrou estar recuperado e participou do jogo contra o Fluminense, mas é provável que Galhardo, que atou na posição no período siga como titular. No meio-campo há briga por posição entre Michael e Maicon. A tendência é de que o primeiro seja relacionado entre os titulares.
Flamengo não poupa ninguém
Com a direção do português Jorge Jesus e um elenco considerado mais robusto, o Flamengo não fez priorização por competições. Tem colocado o melhor time à disposição em todos os torneios. Assim como o Grêmio não teve sucesso na Copa do Brasil, mas no Brasileirão está em situação bastante confortável.
No último sábado, ficou no empate com o São Paulo, por 0 a 0. Foi a primeira partida como mandante que não venceu. Porém, conservou a liderança do torneio e manteve a vantagem de três pontos em relação ao Palmeiras. Invicto há 11 jogos, o Flamengo tem mostrado nas últimas partidas uma queda de desempenho. Não se sabe ocorreu devido a cansaço dos atletas ou devido à proximidade do confronto decisivo pela Libertadores com os jogadores tendo resolvido por conta própria se preservar para o duelo.

                                                                                         Divulgação 


FICHA TÉCNICA 
GRÊMIO X FLAMENGO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data e hora: 02/10/2019, às 21h30 Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Hernán Maidana (ARG) VAR: Mauro Vigliano (ARG)

GRÊMIO
Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez; Michel e Matheus Henrique; Alisson, Luan e Everton; Diego Tardelli. Técnico: Renato Gaúcho

FLAMENGO
Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís, Willian Arão, Gerson e Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Jorge Jesus

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.