Header Ads

"Blitz"alemã garante liderança, e deixa norte-irlandeses sonhando com uma vaga

Nesta terça-feira (21/06) Alemanha e Irlanda do Norte duelaram em Paris, jogo válido pela ultima rodada do grupo C. Em uma partida marcada pelo domínio alemão durante imensa parte do jogo, coube a Mario Gomez aproveitar uma das inúmeras chances alemãs e marcar o gol decisivo que garantiu a vitória, os três pontos e a liderança do grupo C para a Alemanha. Quanto aos norte-irlandeses, resta esperar os últimos resultados para saberem se continuam vivos ou não na competição.

Mario Gomez marca e garante três pontos aos alemães. (Foto: globoesporte.com)
Alemanha: Futebol inocente, camisa de peso, classificados!

Posse de bola, mas falta de capricho no último toque. Esse é o lema alemão na Euro deste ano, Özil chegou a acertar 98% dos passes que executou na partida,um aproveitamento espetacular. Fora isso, o favoritismo alemão que veio sendo ganho ao longo dos últimos dois anos, não vem sendo apresentado nos rescaldos franceses, isto é, um time que tem posse de bola, mas não consegue ter a mesma pontaria da Copa do Mundo de 2014.


Kimmich lamentando mais uma oportunidade perdida. (Foto: globoesporte.com)
O único gol marcado foi aos 26 minutos do primeiro tempo com Mario Gomez. Após boa troca de passes, Müller invadiu a área e saiu cara a cara com o goleiro. Com o ângulo fechado ele rolou para área, e o atacante do Besiktas mandou para o fundo das redes. Com sete pontos ganhos, frutos de duas vitórias e um empate com a Polônia, os alemães ainda não justificaram o favoritismo para conquistar a Eurocopa.

Como era esperado, veio à classificação em primeiro lugar no grupo, mas insatisfatória em partes, agora a Alemanha aguarda seu adversário, e vai jogar as oitavas de final no domingo, em Lille, contra algum dos melhores terceiros colocados.

Por: Felipe Calheiros

Irlanda do Norte: Jogo defensivo custou caro, e vaga ainda é incerta.

O jogo defensivo apresentado pelos Norte-Irlandeses custou caro mais uma vez. Nesta terça-feira (21/06) em Paris, durante todos os noventa minutos a Irlanda do Norte chegou a chutar somente duas vezes ao gol (número treze vezes menor que os alemães que chegaram a marca de 26 arremates). Tais números evidenciam claramente uma partida de ataque contra defesa, onde o goleiro McGovern foi o destaque da partida por salvar a Irlanda com nove defesas, além de contar com a ajuda da trave quatro vezes.

Durante a partida, assim como contra a Polônia o técnico Michael O'Neill optou por um sistema ultra defensivo tanto no primeiro como no segundo tempo, usando inicialmente um 5-4-1 deixando Conor Washington isolado no ataque à espera de uma bola. Isso fez com que a Alemanha tivesse que impor seu jogo, e ao contrário de poloneses e ucranianos, o meio campo alemão de extrema qualidade criou diversas infiltrações no sistema defensivo da Norn Iron fazendo com que o gol fosse uma questão de tempo. Com uma zaga completamente confusa, a tática defensiva durou somente 26 minutos, pois Mario Gomez estava lá para abrir o placar que permaneceu o mesmo até o fim da partida: 1x0 Alemanha.

Após tabela e uma enorme confusão na zaga Norte-Irlandesa a Alemanha abriu o placar. (Foto: globoesporte.com)
Mesmo com a derrota, a Irlanda do Norte possui chances de classificação como uma dos quatro melhores terceiros colocados da fase de grupos. Com três pontos e um saldo neutro o destino norte-irlandês ainda é incerto, seja ele ir a Lyon ou Paris (enfrentar a França ou País de Gales) ou arrumar as malas se despedir e voltar para casa.

Por: Artur Pinheiro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.