Header Ads

Marrocos joga como nunca, mas Rui Patrício e Cristiano salvam Portugal


(Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images)
O primeiro jogo do dia reservava algumas tensões. Na segunda rodada, tudo começa a ficar mais difícil para as seleções. Os marroquinos vinham de uma derrota inesperada para a Seleção Iraniana, com um gol contra nos minutos finais, por isso, uma derrota poderia eliminá-los da Copa do Mundo. Por outro lado, os portugueses buscavam a primeira colocação do grupo e precisavam da vitória para isso.

A partida começou eletrizante, com os Leões do Atlas quase abrindo o placar com um minuto de jogo, quando Boutaïb cabeceou por cima do gol português. Mas a felicidade marroquina logo se transformou em tristeza. Após escanteio curto, Moutinho cruzou para Cristiano, que não errou. Cabeceou para o gol, abriu o placar, igualou mais um recorde e ultrapassou outro. É o terceiro jogador a marcar 2 gols nos primeiros 5 minutos em Copa (se juntando ao brasileiro Vavá e ao holandês Neeskens) e o maior artilheiro das seleções europeias, superando Puskás (sendo o segundo maior artilheiro de todas as seleções, atrás do iraniano Ali Daei).

Logo após o gol, Cristiano apareceu de novo após passe de Raphael Guerreiro. Porém, a busca pelo segundo gol parecia ter parado. A Seleção Marroquina assumiu a responsabilidade de ditar o ritmo do jogo e passou a pressionar os portugueses, levando perigo principalmente com Amrabat e Ziyech. Apesar disso, a chance mais perigosa no primeiro tempo foi lusa, quando no finalzinho da etapa, Cristiano deixou Gonçalo Guedes na cara do gol e El Kajoui que impediu que a vantagem aumentasse.

Na etapa final, os marroquinos voltaram ainda mais sedentos pelo gol. Com poucos minutos de jogo, os Leões voltavam a deixar o goleiro português em situação difícil. Belhanda comandou os minutos iniciais do Marrocos e quase empatou o jogo numa bela cabeçada no canto, mas Rui Patrício, num momento espetacular, salvou a Seleção das Quinas.

A Seleção Marroquina continuava comandando a partida e parecia muito mais perto de empatar do que de sofrer um segundo gol. Portugal não teve sequer uma única chance neste tempo e sofreu com as investidas dos Leões, contando com a ajuda de Rui Patrício, que estava em grande dia. Mesmo sendo superior novamente, os marroquinos não conseguiram marcar e amargaram o 1-0.
 
O sofrimento marroquino (Foto: Carl Recine/REUTERS)
Com a derrota, o Marrocos foi eliminado da Copa do Mundo, tendo sofrido apenas 2 gols em 2 jogos e sendo superior aos seus adversários em ambas as partidas. A vitória de Portugal, por outro lado, ainda não garantiu a classificação dos portugueses, que não podem perder para o Irã, se quiserem estar na próxima fase.

Seguindo o calendário, ambas as equipes jogam na segunda-feira (25), na última rodada da primeira fase, às 15h00. Portugal enfrenta o Irã em confronto direto pela vaga, em Saransk. Já o Marrocos terá a Espanha pela frente, em Kaliningrad.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.