Header Ads

Descanse em paz, futebol amazonense

Após Manaus ter sido uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, e ter sido escolhida uma das sub-sedes das olimpíadas também, mudanças foram esperadas em prol do desenvolvimento do futebol local. Com uma moderna arena e dois novos estádios, criou-se uma grande expectativa em cima do estadual. Mas lá no fundo, o verdadeiro torcedor baré sabia que nada ia mudar. Não mudou.

Várias promessas foram feitas, como assistência do governo para com os clubes, maior divulgação da mídia, consequentemente uma maior presença de torcedores no estádio. Com um estadual longo e com muitos clubes, esperava-se muito mais.

A falta de respeito com torcedores foi tanta que o amadorismo chegou ao ápice. Vou tentar explicar em linhas gerais. As autoridades competentes marcaram para o mesmo dia da final do Amazonense, uma pelada entre ex-jogadores de Vasco e Flamengo, com ingressos caríssimos, que foge inclusive ao regulamento da competição. 

A partida será uma preliminar. Isso mesmo, uma preliminar para esse amistoso. Após a dedicação de fiéis e raros torcedores em comparecerem aos estádios prestigiando seus clubes, o estadual vai acabar de maneira lamentável. Não bastasse a final do campeonato servir de pré-jogo para tal pelada, ingressos girando em torno de 60 reais. Um combo. Ou você assiste os dois jogos, ou não assiste nenhum. Além de ser obrigado a assistir a final como consolo, aquele torcedor que acompanhou a trajetória do seu time durante o campeonato inteiro talvez nem tenha a oportunidade de acompanhar a final. Eu já não tenho palavras para expressar tamanha indignação.

Nacional x Princesa do Solimões. Final do Amazonense 2014.

Sabe o que é mais triste? Saber que muitas pessoas não vão se ligar na total desvalorização do futebol da sua terra, e ainda acabará vaiando a final do barezão, ansiosos para ver ex-boleiros totalmente fora de forma trotando em campo. Assim como ocorreu no jogo entre Nacional x Corinthians, onde amapaulistas vaiaram o time nacionalino com ódio, como se os donos da casa fossem algum time argentino que tivesse falado mal de Manaus antes de sair do país. Antes fossem argentinos.

Se alguém duvidada da síndrome de vira lata de Nelson Rodrigues, agora não duvida mais.

Nacional x Coritiba. 2013.

É difícil lutar por um futebol amazonense, já que a cada ano que passa o esporte vai entrando totalmente em descaso. Mesmo após campanhas memoráveis, como a do Nacional em 2013 na copa do Brasil eliminando Coritiba e Ponte Preta ou as quinze vitórias consecutivas (e contando...) no estadual, não há a preocupação da imprensa amazonense em divulgar esses feitos. Importante mesmo é divulgar a vitória do Flamengo sobre o Bonsucesso. Ao menos a Bucheiros da Colina, movimento barra brava dos torcedores, vem ganhando destaque.

Nacional x Ponte Preta. 2013.

Enquanto as pessoas não acordarem e continuarem a não dar atenção, será daqui pra pior.

Um abraço pra você, amigo nacionalino, fastiano, bucheiro ou rio negrino. Você é um herói.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.