Faça Parte

Vitória atropela o CRB no 1° Primeiro Tempo, vence e dorme na liderança da Serie B 2015

FOTO: Gazeta
O time de Mancini precisou atuar em Alto Nivel apenas em um tempo do jogo para matar o CRB, dormir e acordar na liderança, esperar por duas combinações de resultados na Rodada para continuar líder.

O JOGO

O time treinou na semana e entrou com proposta de jogo para não dar chances ao azar, ou melhor, ao CRB, o Vitória jogou futebol moderno na primeira etapa do jogo.
O Vitória continuou em cima apesar e apesar do CRB sair mais de trás, faltava apenas ao Vitória força e qualidade maior nos seus atacantes.

E quando o torcedor tinha a impressão que não sairia mais gols na primeira etapa, o time Rubro Negro tratou de matar o jogo e fazer jus ao grande futebol apresentado até ali

Aos 42 minutos, o Vitória aumentou o marcador. Amaral cruzou do meia da rua na cabeça de Elton. O atacante, que não marcava há cinco jogos, só escorou para as redes.

O golpe fatal veio três minutos depois. Após boa trama do setor ofensivo, Diego Renan cruzou, a bola quicou no gramado, passou por baixo da perna de Elton e foi até a cabeça de Diogo Mateus, que testou firme para fazer o terceiro.

Segundo Tempo

O segundo tempo rolou como era esperado. O Vitória tirou o pé do acelerador e apenas controlou a vantagem. Chegou pouco ao ataque, mas também não viu o goleiro Fernando Miguel ser muito exigido.

O CRB tentou esboçar uma pressão, mas pecou na falta de pontaria.

Apesar disso, diminuiu aos 45 minutos, com gol chamado de honra, Leandro Brasília em contra ataque rápido arriscou o chute cruzado para vencer o goleiro El Muro.

Mesmo burocrático e previsível na segunda etapa, o Vitória teve uma chance clara com Elton e também uma penalidade maxima não assinalada pelo Arbitro em El Loco Rogério que driblou três.
 
RESUMO

Foi um primor de primeiro tempo jogado pelo Vitória, talvez o melhor. Aliando marcação alta, controle de bola, aproximação e compactação ofensiva, todos os jogadores da segunda linha jogaram para propor o jogo, até Pedro Ken que esse colunista cobra mais atitude de jogo arriscou mais um pouco em seus lances, Diego Renan fez um jogo muito regular e Amaral fez sua melhor partida no Vitória até aqui, e notem o que uma competição maior dentro do elenco não faz. Faltou ainda finalizações, mas esse quesito requer reforço no clube. Tivemos um pouco de ajuda do goleiro adversário que para o meu grau de exigência, falhou em dois gols. O time de Mancini tirou o pé no segundo tempo e quem joga ou jogou futebol sabe que isso acontece, mas a grande diferença esta no adversário, pois, contra um time de mais gabarito o Vitória poderia ter sofrido até o empate. Sei que o segundo tempo deixou uma pulga atrás da orelha de alguns, mas tranquilizo um pouco o torcedor que isso acontece mesmo. No entanto, a torcida tem que continuar a cobrar mais reforços, um zagueiro, um lateral que jogue na direita e na esquerda, um camisa 10 e mais um atacante, fará desse elenco um forte candidato ao caneco da competição, que só não virá se o futebol lhe pagar mais outra peça.

É isso ai Galera

Por @AdsonPiedade


FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 3 x 1 CRB

VITÓRIA - Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Guilherme Mattis (Ednei) e Diego Renan; Amaral, Flávio, Pedro Ken (Rogério) e Escudero; Rhayner (David) e Elton. Técnico: Vagner Mancini.

CRB - Júlio Cesar; Audálio, Gabriel, Daniel Marques (Leandro Brasília) e Gleidson Souza; Josa, Olívio e Glaydson Almeida; Danilo Bueno e Cañete (Jefferson Cafu); Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Daniel Marques (contra), aos 11, Elton, aos 42, e Diogo Mateus, aos 45 minutos do primeiro tempo; Leandro Brasília, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diogo Mateus e Ramon (Vitória); Gabriel, Glaydson Almeida e Olívio (CRB).

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA - R$ 142.781,00.

PÚBLICO - 10.458 pagantes.


LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).

Postar um comentário

0 Comentários