Header Ads

Quem será que treme?

Em duelo que valia a liderança do Campeonato Mineiro, Cruzeiro e Atlético-MG fizeram um emocionante clássico nessa manhã de domingo, com propostas contrárias, o Cruzeiro venceu o rival dentro do Independência por 1x0, gol marcado por Rafael Silva com direito a provocação aos atleticanos. Com esse resultado a equipe celeste se isola na liderança do estadual.

Raça e sangue nos olhos definiu a Raposa no clássico, apesar de ser um time “mal treinado”, conseguiu ainda dar alegria ao seu torcedor nesse domingo de páscoa, um dos principais heróis do triunfo celeste, sem dúvidas foi o capitão Fábio, que foi extraordinário em suas defesas, apesar da Raposa ter criado outras chances de ampliar o placar e o Atlético-MG de empatar o resultado, a partida foi encerrada com vitória cruzeirense e aquela duvida que não quer calar: “Quem será que treme em”?
                
   

Próximo confronto da Raposa será no próximo domingo contra o Guarani, no Gigante da Pampulha, ás 16hrs.

Sobre o jogo:

O primeiro lance de perigo na partida foi dos atleticanos, o Cruzeiro se aproveitava da bola parada e foi assim aos 05 minutos, em cobrança de escanteio, cruzamento de Miño e Manoel cabeceou na entrada da pequena área, a zaga rival afastou o perigo.

Aos 9 minutos, Fábio começou a ser o herói do jogo, Marcos Rocha cobrou bem, próximo ao ângulo e capitão cruzeirense mandou para escanteio.
                           

Com trocas de passes no ataque, a Raposa tentava assustar o adversário e aos 17 minutos, Élber cabeceou no travessão, após um cruzamento do Allano pela esquerda.

Os atleticanos responderam aos 22 minutos, Robinho entrou na área pela direita e chutou rasteiro, o goleiro cruzeirense salvou novamente.

Aos 41 minutos, em cobrança de falta pela direita, Manoel tentou o toque de cabeça e Tiago tirou do gol.

A equipe mandante até começou o duelo melhor, porém ao decorrer do jogo, o Cruzeiro conseguiu equilibrar o confronto e tentar fazer uma posição taticamente mais organizada.

Segundo tempo:

Mudança para a etapa final no Cruzeiro, Frederico Gino no lugar de Henrique, aos 5 minutos, Rafael Carioca cruzou e Pratto que até então estava sumido no jogo, ele cabeceou por cima do gol.

Aos 23 minutos, Fábio apareceu para salvar novamente, Pratto cruzou pela direita e Robinho cabeceou, obrigando o goleiro cruzeirense a fazer ótima defesa.

Aos 28 minutos, Élber arriscou de fora da área, Uilson cedeu o rebote e Rafael Silva oportunista mandou para o fundo das redes, Cruzeiro mais líder do que nunca. Aos 33 minutos, quase o Cruzeiro amplia a vantagem construída em cima do Atlético, a zaga dos atleticanos falhou e Rafael Silva sem culpa, aproveitou, finalizando bem próximo ao gol.


Alguns minutos depois, Luan recebeu no ataque, dominou bem e tentou finalizou, mas Fábio bloqueou no momento certo. Já nos minutos finais do clássico, o time preto e branco chegou ao ataque e Robinho dentro da área, finalizou no canto direito do goleiro Fábio que espalmou para linha de fundo.

Fim do clássico em Belo Horizonte, o Maior de Minas mostrou sua superioridade vencendo o rival dentro da casa do América.

@Paulinha_CEC

Ficha técnica
Atlético-MG x Cruzeiro

Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de março de 2016 (domingo)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)
Público/Renda: 15.842 pagantes / R$ 965.657,50

Cartão amarelo: Marcos Rocha, Leonardo Silva, Lucas Pratto (Atlético-MG); Allano, Manoel, Federico Gino, Sánchez Miño (Cruzeiro)

Gol: Rafael Silva – 28'/2ºT (0-1)

Atlético-MG
Uilson; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Tiago e Carlos César; Rafael Carioca, Junior Urso, Luan e Robinho; Hyuri (Pablo) e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

Cruzeiro
Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño (Fabrício); Henrique (Federico Gino), Lucas Romero e Ariel Cabral; Elber, Allano (Matías Pisano) e Rafael Silva. Técnico: Deivid.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.