Header Ads

Aquecimento Olímpico: Natação

A natação é considerada um dos exercícios físicos mais completos, capaz de estimular a movimentação de quase todos os músculos do corpo e recomendado para benefícios ao organismo e a saúde.

Dentro dos desportos, a prática da natação é uma das modalidades mais populares. A competição tem uma metodologia relativamente simples, trata-se de completar o percurso nas águas mais rápido do que seu oponente.

Na Olimpíada, o Comitê Organizador Internacional (COI) reconhece 32 modalidades de piscina e a maratona aquática de dez quilômetros em mar aberto. Pelas regras da Federação Internacional de Natação (FINA), nos Jogos, a piscina tem que ser 50 metros de comprimento e oito raias com dois metros e meio de largura cada.

Prova de piscina nas Olimpíadas de Londres 2012
Foto: Getty Images/London2012

No masculino e no feminino, existem cinco estilos de natação: livre, peito, costas, borboleta e medley. Os homens disputam as provas de 50,100, 200, 400 e 1500 metros livre, 100 e 200 metros costas, peito e borboleta, 200 e 400 metros medley, além dos revezamentos 4x100 e 4x200 metros livre e 4x200 metros medley. As mulheres disputam as mesmas provas, com excessão dos 1500 metros que é substituido pela prova de 800 metros livre.

A maratona aquática é uma prova de 10 quilômetros disputada em mar aberto. Essa exige muito fisicamente do atleta, disputada nas categorias feminino e masculino.

Lá vem história...

Os primeiros registros da natação remetem as pinturas rupestres de 7000 anos atrás. As referências escritas apareceram no épico Poema de Gilgamesh, que nada mais é, que o primeiro registro de escrita da humanidade datado de 2000 a.C., essas também são encontradas na Bíblia, Odisseia, Lenda de Beowulf, entre outras sagas históricas.

A natação desportiva começou por volta de 1800 na Europa e fez parte dos primeiros Jogos Olímpicos da Era Modera, em 1896, em Atenas. No início do século XX, mais precisamente em 1908, foi fundada a Federação Internacional de Natação (FINA), para ditar as regras e registrar os recordes do esporte.

No início, grande parte das provas era disputada em águas abertas, mares, rios e lagos. Com a evolução e a consequente popularização do esporte, mais piscinas foram construídas e as provas de águas abertas foram reduzidas.

A maratona aquática só entrou no programa olímpico nos jogos de Pequim, em 2008. A prova de 10 quilômetros passou a ser disputada tanto pelos homens, quanto pelas mulheres. Na competição de Triatlo nos Jogos, a parte de natação também é disputada em mar aberto.

RIO 2016

Das 452 vagas já garantidas ao Brasil nos Jogos Olímpicos, 38 são da natação. No Mundial da categoria, disputado em 2015, em Kazam, na Rússia, os brasileiros garantiram vaga nos revezamentos 4x100 metros livre masculino, 4x200 metros livre feminino e 4x200 metros medley, masculino e feminino.

Em cada prova de revezamento, podem ser inscritos seis atletas, totalizando 18. Além das equipes, 20 nadadores conquistaram índices individuais no Troféu Open de Palhoça. Na última chance de conquistar vagas no Troféu Maria Lenk, em abril de 2016, o Brasil teve uma baixa considerável. César Cielo não atingiu o índice olímpico e ficará de fora dos jogos em agosto.

Etiene Medeiros. (Foto: Getty Images/Toronto 2015)

Dentre os destaques brasileiros, estão Bruno Fratus, Thiago Pereira, Felipe França, Joanna Maranhão e Etiene Medeiros. Esta última conquistou a primeira medalha de ouro internacional para a natação feminina, nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, em 2015.

A maratona aquática também já tem atletas classificados para os jogos. São três os nomes que vão representar o Brasil em agosto, Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo e Poliana Okimoto.

Locais de competição: Forte de Copacabana e Estádio Aquático Olímpico

O Forte de Copacabana será o palco de algumas modalidades olímpicas, dentre elas, o ponto de partida para a maratona aquática. O trecho de 10 quilômetros seguirá pelo mar aberto no tradicional e belíssimo cenário carioca.

Estádio Aquático Olímpico (Foto: Divulgação Rio 2016)

Uma instalação temporária, o Estádio Aquático Olímpico receberá todas as provas da Natação nos Jogos do Rio de Janeiro. O local está sendo construído no Núcleo do Parque Olímpico, terá capacidade para 18 mil espectadores e ficará dez minutos de distância da Vila Olímpica.

Aproveite os jogos! Lucas Felipe (@lsouza73)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.