Header Ads

Danilo brilha e freguesia continua em Porto Alegre


Danilo brilha e garante empate para o Verdão em Porto Alegre. (Foto: Pedro H. Tesch/Agência Eleven/Gazeta Press)
Neste domingo (15), Internacional e Chapecoense fecharam a primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2016 no duelo de campeões estaduais. Em um jogo de muita marcação e poucas oportunidades, quem tentou aparecer foi o árbitro Nielson Nogueira Dias, quando marcou de forma incorreta penalidade máxima para os colorados, mas o goleiro Danilo fez sua estrela brilhar na cobrança e garantiu o 0x0 no placar.



Para o duelo, Guto Ferreira não pôde contar com o zagueiro Neto, que passará por cirurgia e ficará fora por três meses. Na sexta-feira, o treinador ainda perdeu o atacante Maranhão, que negocia sua saída para o Fluminense.



Com a bola rolando, o campeão gaúcho, que jogava em seus domínios, partiu para cima dos catarinenses, jogando em velocidade pelos lados do campo e buscando furar a forte marcação Chapecoense. Enquanto isso o Verdão aguardava um erro do Internacional para sair em contra-ataque, e foi assim que aos 4 minutos, quando Ananias avançou e encontrou Lucas Gomes na ponta direita, o meia avançou e chutou forte para fora.



Porém, quem esteve próximo de abrir o placar foram os donos da casa aos 7 minutos, quando Arthur cruzou na cabeça de Aylon, que sozinho desviou para fora. O jogo seguia morno até que, aos 15', Lucas Gomes recebeu de Marcelo, dominou e chutou forte cruzado na entrada da área, obrigando Alisson espalmar em escanteio.



O Inter seguia com maior posse de bola, enquanto o Verdão continuava com uma forte marcação e assustando nos contra golpes. Na última chance do primeiro tempo, quem chegou com perigo foram os gaúchos, quando, em jogada em velocidade, Sasha recebeu e chutou cruzado, Danilo fez boa defesa, mas espalmou para o meio da área e no rebote Gil afastou em escanteio. E foi assim que terminou a primeira etapa, com o Internacional com maior posse de bola (61% x 39%), mas em um jogo equilibrado, com poucas chances claras de gol.



As equipes voltaram para o segundo tempo sem alterações. Com a bola em jogo, o colorado começou pressionando, Winck vacilou e Arthur acertou belo cruzamento, mas Aylon não conseguiu finalizar para o gol de Danilo, passando por todo mundo.



Entretanto, foi aos 18 minutos que um lance polêmico colocou fogo na partida. Andrigo dominou na entrada da área e dividiu com Ananias, o árbitro vergonhosamente caiu na conversa do meia colorado, que encenou bastante, e assinalou pênalti para os donos da casa. Na cobrança, Paulão finalizou no canto esquerdo de Danilo, que pulou e fez grande defesa, no rebote a bola sobrou para os gaúchos, que chutaram para nova grande defesa do goleiro.


Danilo no momento em que defendeu a cobrança de Paulão. (Foto: Roberto Vinícius/Gazeta Press)

A vida Chapecoense se complicou após a expulsão de Thiego aos 34', quando o zagueiro saiu na frente de Marquinhos, mas acabou acertando uma cotovelada no atacante e o árbitro mostrou amarelo, como já havia recebido no primeiro tempo, acabou indo para o chuveiro mais cedo. Foi então que Rafael Lima entrou na vaga de Bruno Rangel e com muita raça o Verdão conseguiu segurar a pressão e assegurar o 0x0 no placar, e garantindo o quarto jogo seguido sem derrota para o Internacional.



Na próxima rodada o Verdão recebe na Arena Condá o América/MG, domingo (22), às 16h. No mesmo dia e horário, o Internacional viaja a São Paulo para enfrentar o Tricolor Paulista no Pacaembu, já que o Morumbi deve estar interditado por conta da grade que caiu no último jogo da Libertadores.



FICHA TÉCNICA:



Local: Estádio Beira Rio, Porto Alegre (RS).

Público: 12.092 torcedores.

Renda: R$ 350.215,00

Arbitragem: Nielson Nogueira Dias, auxiliado por Bruno Boschilia e Clovis Amaral da Silva.

Cartões Amarelos: William, Andrigo e Vitinho (INT) Thiego, Josimar, Cleber Santana e Gil (CHA).

Cartão Vermelho: Thiego (CHA).



INTERNACIONAL (0)

Alisson; William, Paulão, Ernando, Arthur (Gustavo Ferrareis), Fernando Bob, Fabinho, Andrigo (Alisson Farias); Eduardo Sasha, Vitinho, Aylon (Marquinhos). Técnico Aposentado: Argel Fucks.



CHAPECOENSE (0)

Danilo; Cláudio Winck, Marcelo, Thiego, Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana, Lucas Gomes (Silvinho); Ananias (Lourency), Bruno Rangel (Rafael Lima). Técnico: Guto Ferreira.



Marcelo Weber || @acfmarcelo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.