Header Ads

Estreia do Brasileirão: Jogo horrível, apito favorecendo cariocas e Sport derrotado

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife
E após longos cinco meses, o Campeonato Brasileiro está de volta para a alegria de você, da mamãe, do papai e dentre outros. E logo na primeira rodada um jogo entre dois grandes rubro-negros desse nosso Brasilzão.

Flamengo x Sport - e a eterna "rivalidade" graças ao Brasileirão de 1987 - jogaram no estádio Raulino de Oliveira e abriram os trabalhos para este campeonato que vai dar o que falar (não estou falando dos jogos e sim pelas mesmas ladainhas de sempre chamado arbitragem).

Foram poucos lances de perigo, mas esses foram os "mais falados" durante e após a partida terminar. O Flamengo abriu o placar logo cedo, aos quatro minutos, o volante William Arão aproveitou o vacilo do zagueiro Durval e cruzou para Everton marcar seu terceiro gol em três jogos contra o Sport. E é daqui que o jogo começa a desandar graças a arbitragem brasileira.


Após o gol que parecia acontecer, felizmente não aconteceu. O Leão foi pra cima e depois da falta marcada, Diego Souza soltou a bomba para a defesa de Paulo Victor. Minutos depois num bate rebate na entrada da área, Vinicius Araújo tirou Paulo Victor e mandou para os fundos das redes, mas a arbitragem anulou erradamente o lance prejudicando o Leão da Praça da Bandeira. E só foi isso no primeiro tempo.

No início do segundo tempo o lance que "terminaria a partida", Rithely entra duro em Cuéllar e leva cartão vermelho direto (lance para ser discutido em uma pergunta: se fosse ao contrário ou fosse outro seja jogador ou árbitro seria expulso? Creio que não). Se a estratégia do Sport era trazer um empate para Recife, após a expulsão foi tudo para os ares.

Com um a mais o Flamengo pouco atacava, os únicos lances de perigo no segundo tempo foi um chute de Alan Patrick na marca do pênalti após cruzamento e outro balaço de Ederson, ambos lances para grandes defesas do goleiro Magrão.

Por fim o juiz apitou e deu a partida por encerrado, partida de doer os olhos para quem estava esperando um grande jogo. Arbitragem favoreceu o rubro-negro carioca, mas isso não tira o péssimo futebol apresentado pelo Sport. Na próxima rodada o Leão joga em casa contra o Botafogo para se recuperar do último jogo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.