Header Ads

Na reestreia na Série A o Vitória decepciona e é goleado

Foto: ECVitoria / Divulgação
Com o Santa Cruz há vários anos ausente da Série A, os torcedores das duas equipes enfim puderam sentir o sabor de ter esse belo clássico nordestino disputado na elite. Melhor para o Santa, que mesmo sem fazer um jogo em alto nível fez o suficiente para golear um Vitória sem inspiração e com quase um mês de baixo rendimento individual. Destaque para Grafite, o melhor atacante do futebol nordestino hoje, que fez a festa na defesa Rubro Negra.

RESUMO

Mancini aproveitou os desfalques para escalar seu time taticamente de volta ao 4-1-4-1 quando estava sem a bola, mas a equipe pecou em não abrir pelo menos dois gols logo no início, quando o adversário cochilou. 

O que se viu após isso foi um time que controlava a posse de bola, mas individualmente os jogadores não se entendiam no campo, faltava intensidade de jogo, disposição e em alguns lances, mais técnica. Muitos passes errados.


O Santa Cruz demorou a levar perigo e atuava quase com os 11 atrás da linha da bola. Preparava um jogo reativo, mas em virtude de muitos erros de passe do Vitória, conseguiu equilibrar um pouco a posse. Mas só quem levava perigo era a correria de Keno.


Grafite muito experiente se aproveitou dos erros da ultima linha do Vitória e com duas jogadas pessoal, praticamente matou o jogo do Vitória ainda no primeiro tempo. Mesmo que adiante na segunda etapa tenhamos diminuído o placar, e depois sendo castigado com mais erros individuais


O Vitória teve uma leve melhora de padrão de jogo se compararmos os jogos contra o Rival e a Lusa, mas foi insuficiente para suportar uma equipe quem vem num momento fantástico, onde mesmo também desfalcada, soube explorar o melhor de suas peças.


Tomamos dois gols no 4-1-4-1 no primeiro tempo e dois gols no segundo tempo ja atuando dentro do 4-2-1-3, quando Mancini tirou de campo os de má vontade Leandro Domingues e Vander. Esses dois atletas estão de sacanagem!


O time Rubro Negro e o elenco não é dos piores da competição, mas ainda assim entendo que com o que temos podemos ser campeão da Competição numero 4 dentro da Série A e se safar de um rebaixamento.


No momento o que acontece é que vários clubes estão mais prontos que nós e vamos de cara enfrentar três deles. Sendo que um foi hoje e ja temos saldo negativo de 3 gols, fato muito perigoso.


Mas se reforçarmos corretamente com pelo menos mais seis jogadores, podemos fazer um campeonato sem sustos.


Mas preparo o torcedor para um inicio bem turbulento, onde a cobrança na diretoria será muito importante. Tem jogadores no elenco que não tem nível para jogar uma competição dessa magnitude e outros trolando verdadeiramente o elenco e o clube.


Seja Sócio SMV!

É isso aí galera!

Por @AdsonPiedade

FICHA TÉCNICA:

SANTA CRUZ 4 x 1 VITÓRIA

Local: Estádio do Arruda, no Recife (PE)

Data: 15 de maio de 2016, domingo

Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Assistentes: Fabio Pereira (TO) e Esdras Mariano de Lima (AL)
Cartões Amarelos: Wellington, Tiago Cardoso e Grafite (Santa Cruz)
Gols: SANTA CRUZ: Grafite, aos 28 e aos 43 minutos do primeiro tempo; Fernando Miguel, aos 39 do segundo tempo; Keno, aos 41 do primeiro tempo; VITÓRIA: Kieza, aos 34 minutos da segunda etapa

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vitor, Néris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Wellington e Fernando Gabriel; Artur (Wallyson), Grafite (Bruno Moraes) e Keno (Alemão)

Técnico: Milton Mendes

VITÓRIA: Fernando Miguel; José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo (Alípio), Tiago Real e Leandro Domingues (William Henrique); Vander (David) e Kieza

Técnico: Vagner Mancini

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.