Header Ads

Por isso escrevo, muito a propósito das últimas atuações, é um desabafo

Na noite de ontem (14), o Joinville Esporte Clube fez a sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B 2016 e o empate de 1-1 com o Luverdense fez esse colunista que vos fala ficar muito chateado; não pelo resultado, mas pela atuação, pela forma pífia de como se apresentou dentro das quatro linhas, e já aviso de antemão, ninguém será perdoado nesse texto. Vou contar normalmente como foi o jogo, mas vou fazer duras críticas também. Como diria Michel Temer: "é um desabafo que deveria ter feito há muito tempo".

Hemerson Maria está tirando leite de pedra, com esse elenco HORRÍVEL! Foto: Divulgação/JEC
Visto esse elenco FRACO que a diretoria concede para Hemerson Maria, o comandante tricolor se vira como pode para escalar o time, com várias peças sem UM PINGO DE QUALIDADE TÉCNICA. Já na escalação ele improvisou o sofrível Danrlei na lateral direita, sabendo que Mário Sergio não tem condições de usar a camisa do Joinville. Na meia cancha, Júnior jogou ao lado de Pereira, e ele fechou o time com Fernando Viana e Cléo Silva formando a dupla de ataque, sendo que Juninho foi sacado do time titular.

A partida começou e demoraram 7 minutos para a primeira chegada do JEC, foi na bola parada, em uma falta cobrada por Bruno Aguiar, que passou perto. Para vocês terem uma noção de como foi um jogo sofrível tecnicamente, a primeira chance clara e bem elaborada foi aos 30 minutos, quando Alfredo ERROU um cabeceio ao gol, mas mesmo assim levou perigo. Aos 41 minutos sim, um lance bonito, Ricardo bateu com estilo de fora da área, a bola explodiu na trave e foi para fora. E sim, esse foi o primeiro tempo, o Joinville só chegou na bola parada, não conseguiu uma boa troca de passes, nada, nosso time peca em fundamentos básicos do futebol, chega a ser triste, muito triste, é de sangrar os olhos para quem está assistindo.

Mas vamos ao segundo, onde o Luverdense despertou um tesão de vencer o jogo (iniciativa que o Joinville não demonstra), e eles foram pra cima, porém, a falta de qualidade técnica do verdão do Mato Grosso também é gritante, fato que de certa forma foi boa para o tricolor. O Luvedense teve duas boas oportunidades, uma com Doulgas Baggio e a outra com Raul Prata, mas ambas sem sucesso. Agenor ainda fez duas ótimas defesas em menos de um minuto; a primeira em um cabeceio de Ricardo, a outra em um chute de Luiz Otávio, mas o arqueiro tricolor estava bem posicionado. Após esses lances, o jogo deu uma esfriada, o Joinville insistia nesses erros primários do futebol, sem triangular, sem uma boa finalização a média-longa distância, nada de diferente, até porque, temos nada de diferenciado no quesito “talento” no nosso elenco. 

Apesar dos pesares, o ponto fora de casa não é todo mal. Foto: Divulgação/JEC

O Luverdense chegou no seu gol aos 36 minutos, quando Vitinho, em uma falha grotesca de Darnlei (o que é nenhuma novidade) dominou e chutou na saída de Agenor, 1x0! No minuto seguinte, o Joinville teve a chance do empate, aliás, duas chances, ambas com Kadu, onde o goleiro do Luverdense salvou na primeira, e na segunda, resvalou na marcação. Esse resvalo originou um escanteio, que Pereira cobrou e Bruno Aguiar testou para as redes, 1-1. Após o gol, o JEC voltou a se retrair, e nessa brincadeira, o time do Mato Grosso teve a chance duas vezes de tomar a frente no placar, mas não obtiveram sucesso, e fim de papo, 1-1.

Vamos direto ao que mais me indaga: O que o nosso superintendente de futebol tem na cabeça ao contratar caras como Cléo Silva? Sério, eu não consigo entender. O que ele tem na cabeça em manter Danrlei no elenco profissional do JEC, em manter Fernando Viana, em manter ÍTALO MELO, repito, ÍTALO MELO! Todos esses citados não tem um pingo de qualidade, mas nenhum pingo mesmo. Não é de hoje que o elenco do Joinville é FRACO, FRACO tecnicamente, com a saída de Anselmo então, perdemos o único jogador que realmente jogava um futebol de qualidade, mas e essas carniças que estão aí? Até quando diretoria? Até quando vamos ter que aturar? Porque vocês não dão uma satisfação a nós torcedores? Trouxas que pagam 80 reais por mês para ver um time pífio desse. Mas tenham a certeza, que nós pagamos porque amamos esse clube, e não porque confiamos em vocês, até porque, confiança é menor coisa que temos hoje, bando de incompetentes

Eu espero queimar muito a minha língua, espero que montem um elenco forte, mas eles precisam se ligar que o campeonato já começou, não tem muito tempo, queremos mais agilidade de quem comanda nosso futebol! O time foi rebaixado e mesmo assim vocês não mexeram no valor da mensalidade de sócio torcedor, então o mínimo que vocês podem fazer é dar uma satisfação pra esses 9 mil sócios que continuaram pagando em dia. Nem que seja uma coletiva para nos alertar da verdade, que não tem dinheiro, que não vão trazer ninguém de qualidade, mas uma satisfação, um esclarecimento, apenas isso! Isso é uma opinião pessoal, porém, creio que vários pensam como esse humilde torcedor que vos fala.

Com a camisa do JEC, Danrlei e Cléo Silva, que curiosamente não merecem vestir ela, a não ser que provem o contrário. Foto: Divulgação/JEC
Confira abaixo a ficha técnico do jogo:

LUVERDENSE 1x1 JOINVILLE

Local: Estádio Passo das Emas, Lucas do Rio Verde (MT);

Data e Horário: 14/05/2016 as 21h (horário de Brasília);

Arbitragem: quem apitou foi Paulo Sergio Santos Moreira, que foi auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha;
Cartões amarelos: Douglas Baggio (LEC) | Pereira (JEC);

Gols: Vitinho (LEC) | Bruno Aguiar (JEC). Confira os gols do jogo clicando aqui; 

LUVERDENSE: Gabriel Leite | Raul Prata, Everton, Luiz Otávio e Paulinho | Muralha, Ricardo, Régis Souza (Hugo) e Jean Patrick (Vitinho) | Douglas Baggio (Erik) e Alfredo | Técnico: Júnior Rocha;

JOINVILLE: Agenor | Danrlei, Bruno Aguiar, Victor Oliveira e Diego | Diones, Diego Felipe (Ítalo Melo), Júnior (Kadu) e Pereira | Cléo Silva e Fernando Viana (Felipe Alves) | Técnico: Hemerson Maria.

O Joinville volta a campo na próxima terça-feira, em um jogo decisivo pela copa do Brasil, contra o Ceará lá no castelão. Perdemos o jogo de ida por 1x0, e precisamos vencer lá, o que eu considero muito difícil, mas o futebol apronta das suas. Pela série B, o próximo compromisso do tricolor é na sexta-feira, na Arena Joinville contra o Criciúma. Esperamos reforços e um futebol digno, apenas isso, queremos voltar à elite do futebol, mas com esse elenco esdrúxulo, vamos brigar para não cair, precisamos de um pacotão de reforços urgente, pra ontem!

Obs: De preferência, tragam jogadores que saibam chutar para o gol e que saibam efetuar um passe certo, grato.

VAMOS MEU JOINVILLE!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.