Header Ads

São Paulo estreia com time reserva e leva três pontos para casa

Garotada da base dá conta do recado e São Paulo estreia com vitória no Brasileirão


Tendo a Libertadores como prioridade, Bauza escalou um time completamente reserva para a estreia do Brasileirão contra o Botafogo, em Volta Redonda, às 11h. Com a garotada da base em campo, o Tricolor Paulista saiu com a vitória após gol de falta do queridinho da torcida "Luquinhas", o Lucas Fernandes. 

Mesmo com Lugano (35 anos) em campo, a média de idade dos jogadores do São Paulo nessa partida foi de 25 anos. Como eram atletas inexperientes - porém bons - e sem entrosamento algum, já que a maioria deles entrou poucas vezes em campo ou fez sua estreia nessa partida, como Banguelê, o esperado aconteceu logo no início. Foi ataque do Botafogo contra defesa do São Paulo. Renan Ribeiro apareceu algumas vezes e foi muito bem, com boas saídas e defesas.

Já que não possuía entrosamento, o Tricolor ficava pouco com a bola no pé e precisava de algo para chegar ao gol. Esse "algo" foi uma falta sofrida por Kardec perto da área. Na cobrança de Lucas Fernandes, duas coisas "inéditas" aconteceram. Foi o primeiro gol do garoto como profissional e o primeiro gol de falta do São Paulo após a "Era Ceni". O garoto de 18 anos bateu bem no canto direito do goleiro Helton, que falhou e a bola foi para o fundo da rede. Na comemoração, Lucas foi as lágrimas de emoção. Após o gol, time perdeu duas chances de ampliar o placar com Alan Kardec. 

Na segunda etapa, alguns titulares entraram em campo. Thiago Mendes, Kelvin e Rogério, que ficou fora 13 partidas por estiramento na coxa. Com a entrada desses, o jogo deu uma "acalmada". Entretanto, o Alvinegro não aceitava perder em casa para o time Sub20 do Tricolor, e assim continuava pressionando, porém mais batia nos jogadores são-paulinos do que jogavam bola. Logo, no final do jogo, aos 48' Centurión fez o segundo gol, porém foi muito mal anulado por impedimento, já que o argentino estava em condição legal.

Com esse resultado, o Tricolor leva os três inesperados pontos para casa. Por mais que a falta de ritmo e de entrosamento dos reservas tenha sido claro, com muitos erros de passes curtos e longos, os nossos "tricolorzinhos" mostraram força de vontade e que podem muito bem jogar com os titulares. Outra coisa para ser ressaltada foi a comemoração da vitória entre os jogadores. Eles vibraram como se tivessem ganho um título. Algo a ser notado por demonstrarem vontade e amor ao manto.

Próximo jogo do São Paulo no Brasileirão é contra o Internacional, domingo (22/05), às 16h, e provavelmente será no Pacaembu já que o Morumbi está interditado por conta da grade que cedeu no último jogo contra o Galo, pela Libertadores. Falando nela, o jogo de volta será quarta-feira (18/05), às 21h45 em Minas, no Independência. 

FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda - RJ
Gols: Lucas Fernandes (SP)
Cartões Amarelos: Leandrinho (Botafogo); Matheus Reis, Banguelê, Thiago Mendes, Lucas Fernandes e Wilder (SP)
Arbitragem: Braulio da Silva Machado, auxiliado por Neuza Ines Back.

BOTAFOGO
Helton Leite; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva (Salgueiro), Fernandes e Leandrinho (Anderson Aquino); Neilton (Sassá) e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes

SÃO PAULO
Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Lucão, Banguelê (Thiago Mendes) e Lucas Fernandes (Rogério); Wilder (Kelvin), Centurión e Kardec. Técnico: Edgardo Bauza

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.