Header Ads

Furacão passeia em campo e cola no G-4

André Lima e Vinicius correm para comemoração do gol que fechou o placar (foto: Paraná Online)
Talvez não seja nenhum exagero começar o texto dizendo que o Atlético fez ontem na Arena, sua melhor apresentação da temporada 2016. O time comandando pelo técnico Paulo Autuori, dominou a equipe do Grêmio por praticamente toda a partida e na segunda etapa, com duas "pauladas" de fora da área, somou mais três pontos e se aproximou do pelotão dianteiro da competição.

Um início de jogo marcado, mais uma vez, por protestos da torcida contra a diretoria, que insiste em proibir a festa dentro do caldeirão, o jogo caminhou por 15 minutos de equilíbrio, mas aos poucos os protestos e "homenagens" a diretoria foram dando lugar aos cantos de incentivo e o time passou a corresponder dentro das quatro linhas. O time rubro-negro já dominando a partida, chegou a comemorar um gol corretamente anulado pelo juiz aos 24', quando Pablo recebeu na banheira e guardou, o assistente chegou a correr para o centro do gramado, mas o juiz invalidou a jogada.

Após confusão, o time da casa continuava envolvendo o meio campo gaúcho, Nikão que voltava de contusão atraiu muita marcação, fazendo que com isso os volantes Otávio e Hernani jogassem com liberdade. Criando mais e sem tomar sustos, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na volta do intervalo, o Atlético manteve a pegada e logo aos 8', o inconstante Hernani (que ontem fez uma grande partida) acertou um belo chute rasteiro no canto do arqueiro gremista para abrir o marcador. Com o placar aberto, a expectativa era que o Grêmio fosse ser mais agudo, mas as substituições de Roger não surtiram efeito e o time da casa continuou encurralando. André Lima teve duas oportunidades na sequência, em um belo cruzamento, o atacante subiu sozinho para cabeçada mas Marcelo Grohe buscou no pé da trave e em um giro, acabou finalizando para fora. Mas aos 22', após Vinicius ajeitar a bola, André Lima acertou a segunda "paulada" da tarde sem qualquer chance dessa vez para o goleiro da seleção brasileira, a bola ainda tocou no travessão antes de morrer no fundo das redes.

O rubro-negro ainda teve algumas chances de aumentar o placar, mas Marcelo Grohe ainda fez mais algumas defesas enquanto Wéverton não teve trabalho algum durante toda a partida.

O Furacão agora mais próximos dos líderes da competição, tem uma sequência na teoria mais "fácil" que o pelotão da frente, pois pega os dois últimos em sequência. Mas na prática estamos falando de um Atlétiba dentro dos domínios alviverde, mesmo chegando em um momento bem mais favorável que seu rival, o Atletiba desta quarta-feira (29) será uma partida complicada, visto que o time do Alto da Glória vem engasgado após ver o Atlético ser campeão dentro do Couto.

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.