Header Ads

Guia da Série D - Grupo A6 até A9

Após os guias das três principais divisões, o Linha de Fundo não poderia deixar de trazer o da Série D, que será um pouco diferente devido ao número maior de clubes. Dividimos em algumas partes e essa será a terceira da série especial que preparamos sobre a competição. Neste texto, falaremos sobre os clubes dos grupos A6 até A9, que representam a região Nordeste do Brasil.

Grupo A6: CSA-AL, Guarani, Central-PE e Parnahyba-PI.
Por: Stéfano Bozza || Twitter: @stebozza
Centro Sportivo Alagoano (CSA)
Fundação: 7 de setembro de 1913
Cidade: Maceió-AL
Estádio: Rei Pelé
Jogador mais importante: Bismarck e Jônatas Obina
Com o melhor ataque do campeonato alagoano, superando inclusive o grande rival e atual campeão CRB, o CSA chega forte para a disputada Série D. O acesso é visto com real possibilidade e o time azulino cogita até o título do campeonato. A equipe tem como treinador, o experiente Canindé, conhecido principalmente no nordeste do país – ele já treinou alguns dos adversários do grupo, inclusive. O zagueiro Xandão recebeu proposta do exterior e saiu, assim como o meia Didira (sem acordo para renovação). Para suprir as ausências, chegaram os atacantes Rafael Silva e Jônatas Obina, o goleiro Carlão, além do retorno do meia Bismarck. O volante Choco, com passagens por diversos times do futebol paulista, segue como um dos mais experientes do elenco, que é um dos favoritos do campeonato.

Guarani Esporte Clube
Fundação: 10 de abril de 1941
Cidade: Juazeiro do Norte-ce
Estádio: Mauro Sampaio (Romeirão)
Jogador mais importante: Adenilson
O principal reforço para a disputa da série D é a manutenção de boa parte do elenco que fez boa campanha no campeonato estadual. No mesmo grupo do tradicional Ceará, a equipe foi líder e caiu nas semifinais contra o também participante Uniclic. A diretoria estuda ainda alguns reforços pontuais, como a chegada do atacante Danilo Lins (ex-Icasa) e uma parceria com o Náutico para empréstimo de jogadores. O grande foco do momento, porém, é manter o bom volante Ademílson, destaque do Guaraju no primeiro semestre e que vem sofrendo assédio do próprio Uniclic.

Central Sport Club
Fundação: 15 de junho de 1919
Cidade: Caruaru-PE
Estádio:  Luiz José de Lacerda (Lacerdão)
Jogador mais importante: Douglas Carioca
Depois de uma campanha ruim na fase final do pernambucano, quando ficou em último lugar no hexagonal final e conseguiu apenas um gol nos jogos mais difíceis contra o trio principal do estado (Náutico, Santa Cruz e Sport), o Central precisou se reforçar. Vieram alguns reforços, com destaque para o retorno do lateral esquerdo Altemar. Do potiguar Baraúnas, chegaram o zagueiro Cláudio Baiano e o meio Murilo. O meio-campo também foi reforçado com o reforço internacional do volante Caio (Lusitano-POR) e o meia Paulinho (São Raimundo) que, com apenas 19 anos, é uma das apostas da diretoria.
Parnahyba Sport Club
Fundação: 10 de abril de 1941
Cidade: Parnaíba-PI
Estádio: 
Jogador mais importante: Patrick
Após um péssimo começo de ano, quando terminou apenas em quinto lugar no primeiro turno do campeonato piauiense, o time se recuperou com a chegada do meia Patrick (reforço mantido para a série D), chegando até as semifinais do returno. O título não veio, mas a melhora é motivação para a competição nacional. Com problemas financeiros, a equipe demorou para confirmar participação e aposta na força da torcida nos jogos em casa e na manutenção da base para surpreender os concorrentes. Também vieram reforços pontuais, como o meio Luís Carlos e o atacante Lucas, destaque do interior piauiense. Mesmo antes de a bola rolar, o Parnahyba já tem seu primeiro adversário: o STJD. Punido com perda de mando na última disputa nacional, a equipe deve fazer uma partida em casa a menos que os rivais, fator que pode complicar as chances de classificação.
Grupo A7: Galícia-BA, Sousa-PB, América-PE e Globo-RN.
Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr

Galícia Esporte Clube
Fundação: 1 de janeiro de 1933
Cidade: Salvador-BA
Estádio: Parque Santiago
Jogador mais importante: -
Com boa campanha na primeira fase do Campeonato Baiano, ficando atrás apenas do Vitória no grupo 1, o Galícia se classificou para o mata-mata. Porém, eliminado nas quartas de final para outro representante baiano na Série D, o Fluminense de Feira. Depois de ficar em quinto lugar na classificação geral do estadual, o Azulino foi um dos beneficiados pelo aumento de clubes na edição atual, garantindo sua vaga na competição nacional. A diretoria fechou parceria com o clube de Jacobina, outra cidade da Bahia, onde mandará seus jogos e terá o apoio da prefeitura.

Sousa Esporte Clube
Fundação: 10 de julho de 1991
Cidade: Sousa-PB
Estádio: Governador Antônio Mariz (Marizão)
Jogador mais importante: Manu e Léo Olinda
O Sousa foi um dos últimos clubes à se classificar para a competição nacional. Após uma campanha regular na primeira fase do estadual, se classificando em terceiro lugar no grupo, eliminou o Belo nas quartas de final antes de cair para o Botafogo-PB na semifinal. Sendo assim, o Dinossauro teria que esperar por uma classificação do Campinense para às finais, pra garantir sua vaga como o segundo melhor sem divisão no estadual. Com um empate de CSP e Campinense por 1 a 1, no segundo jogo da semifinal do estadual, a vaga foi confirmada 17 dias depois. À principio, ficaria no grupo A9, mas houve a inversão dos times paraibanos e o Sousa entra em um grupo menos complicado e tem grandes de se classificar como líder, mas precisará repetir o retrospecto em seus domínios, onde é uma equipe difícil de ser batida. 

América Futebol Clube
Fundação: 12 de abril de 1914
Cidade: Recife-PE
Estádio: Ademir Cunha
Jogador mais importante: Carlinhos Bala
O América teve uma campanha melhor do que o esperado no estadual e o início de ano foi bastante promissor. Em uma fase preliminar do Campeonato Pernambucano, quando os principais clubes do estado ainda não estavam na disputa, se classificou em primeiro do grupo B. Com a vaga na Série D garantida, entrou no hexagonal final como coadjuvante, mas quase surpreendeu  e lutou pela classificação para às semifinais até a última rodada. Para a competição nacional, o clube vem passando por dificuldades financeiras e demorou para se planejar, o que complica as chances de classificação.

Globo Futebol Clube
Fundação: 18 de outubro de 2012
Cidade: Ceará-Mirim-RN
Estádio: Manoel Dantas Barretto (Barrettão)
Jogador mais importante: -
Um dos clubes mais novos na Série D é o Globo FC. A inspiração na Seleção Alemã em suas cores, estão longe de ser repetidas no futebol, o time ainda tem pouca tradição. No entanto, isso vem mudando nos últimos anos, o clube vem fazendo boas campanhas nos campeonatos de sua região e ganhando experiência nacional. Em 2016, disputará pela terceira vez consecutiva a Série D. No primeiro semestre, também disputou a Copa do Brasil, mas foi eliminado para o Bahia ainda na primeira fase. Em um grupo acessível, poderá surpreender e, teoricamente, brigará para se classificar entre os 15 melhores segundos colocados. 

Grupo A8: Uniclinic-CE, Serra Talhada-PE, Potiguar-RN e Itabaiana.
Por: Francisco Borja || Twitter: @FranciscoBorja_
Uniclinic Atlético Clube
Fundação: 7 de março de 1997
Cidade: Fortaleza-CE
Estádio: Antônio Cruz
Jogador mais importante: Val Paraíba
No estadual o Uniclinic desbancou o grande Ceará e conseguiu o posto de surpresa do nordeste, não só de surpresa como de destaque, desbancando a todos e mostrando que é um time competitivo e capaz de liderar o grupo na Série D e buscar grandes coisas na competição.

Serra Talhada Futebol Clube
Fundação: 25 de fevereiro de 2011
Cidade: Serra Talhada-PE
Estádio: Municipal Nildo Pereira de Menezes (Pereirão)
Jogador mais importante: Jessuí
O time de Serra Talhada foi apenas o sétimo colocado no campeonato estadual, sendo o segundo lugar dos playoffs do rebaixamento disputando assim o quandrangular e sendo vice campeão. As expectativas para a Série D são as mais baixas, o time vem no grupo como o azarão, mas como futebol é surpresa, tudo pode acontecer e o "Lampião" pode ir pra próxima fase do nacional.

Associação Cultural e Desportiva Potiguar
Fundação: 11 de fevereiro de 1945
Cidade: Mossoró-RN
Estádio: Leonardo Nogueira (Nogueirão)
Jogador mais importante: Radamés
O time macho vem de um estadual abaixo da média, uma campanha relativamente fraca que por sorte deu na vaga no nacional, em compensação o time vem se reforçando muito para a Série D especialmente com a chegada do experiente Radamés e do ex-Campinense Bruno Gaúcho, as expectativas são de quem sabe uma segunda vaga desbancando o rival Itabaiana.

Associação Olímpica de Itabaiana
Fundação: 17 de outubro de 1909
Cidade: Itabaiana-SE
Estádio: Etelvino Mendonça
Jogador mais importante: Paulinho Macaiba
O Itabaiana chegou a Série D através de sua fácil classificação na primeira fase do sergipano, quando chegou na final e foi derrotada, neste ano também o Tricolor Serrano disputou a Copa do Nordeste, onde foi eliminada na primeira fase. O time de Itabaiana vem para passar da primeira fase, mas provavelmente ficará pelo caminho nas fases seguintes.

Grupo A9: Murici-AL, Fluminense-BA, Campinense-PB e Sergipe.
Por: Felipe Calheiros e Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr 

Murici Futebol Clube
Fundação: 7 de setembro de 1974
Cidade: Murici-AL
Estádio: José Gomes da Costa
Jogador mais importante: Kattê
Depois de um começo de ano conturbado, podendo ficar de fora do estadual por problemas extra-campo, o Murici parecia ser o principal candidato ao rebaixamento. Mas com reviravolta surpreendente, contratando jogadores já conhecidos em Alagoas como Rodrigão (ex-CRB), Eninho (ex-CRB), Paulo Victor (ex-CSE), e com o jovem Kattê, o Murici mudou, foi ganhando espaço, venceu o CRB em duas oportunidades dentro e fora de casa, e chegou na semifinal do estadual para enfrentar o CSA, mas acabou empatando em casa por 2 a 2 e sendo derrotado no Rei Pelé por 2 a 1, dando adeus ao título, mas ainda vivo na disputa pelo terceiro lugar que valia a vaga na Série D. A conquista da mesma veio após empate com o Coruripe por 1 a 1 e uma vitória em casa com certa folga por 3 a 1.
Fluminense de Feira Futebol Clube
Fundação: 1 de janeiro de 1941
Cidade: Feira de Santana-BA
Estádio: Pituaçu
Jogador mais importante: Jair e Edson
Dono de uma razoável campanha no Baiano de 2016, com 3V, 5E e 4D. A equipe foi conquistando resultados importantes e sabendo vencer na hora certa. Classificou-se em 3º colocado do Grupo B de forma antecipada na quarta rodada. Na fase mata-mata, foi eliminado pelo Galícia. Mas ainda havia a disputa do terceiro lugar, que o clube acabou não conseguindo vencer e ficou em 4º lugar, já que empatou com a equipe da Juazeirense por duas vezes. Sendo assim, garantindo vaga para disputar a Série D.


Campinense Clube
Fundação: 8 de março de 1975
Cidade: Campina Grande-PB
Estádio: Governador Ernani Sátyro (Amigão)
Jogador mais importante:

Mesmo tendo sido eliminado precocemente para o Cruzeiro na Copa do Brasil, atuando com a equipe reserva nos dois duelos, o Campinense vendeu caro a classificação para o time mineiro e quase surpreendeu. Com isso, mandou o que tinha de melhor para a disputa das outras duas competições, fazendo belas campanhas e chegando às finais de ambas. A derrota para o Santa Cruz na decisão da Copa do Nordeste já é passado, o Rubro-Negro Paraibano está à um empate do título estadual, que será decidido contra o Botafogo-PB no próximo dia 15 de junho. Três dias antes, a Raposa já tem um compromisso pela Série D, onde entra como favorito em seu grupo. Além disso, vários reforços estão chegando, o que deixa o time como um dos mais fortes da competição e com grandes chances de brigar pelo acesso.

Club Sportivo Sergipe
Fundação: 17 de outubro de 1909
Cidade: Aracaju-SE
Estádio: João Hora de Oliveira
Jogador mais importante: Hiago e Lucas Vinícius
Depois de dois anos sem disputar a Copa do Nordeste, e três anos sem conquistar título estadual, o Diabo Rubro finalmente volta a sonhar alto. Comandado pelo ex-goleiro do Internacional, Clemer, o colorado da capital sergipana, sem se quer assumir a liderança do campeonato pelo menos uma vez, foi valente. Na primeira fase, garantiu classificação na penúltima rodada depois de um empate do jogo entre Estanciano e Guarany, a equipe do Guarany era a única fora do G6 que podia alcançar o Sergipe. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.