Header Ads

Mais um frustrante empate e a permanência no Z-4

No último sábado (25), Tupi e Avaí se enfrentaram, em um dos jogos que fecharam a 12ª rodada da Série B. Com uma vitória, o time de Juiz de Fora ultrapassaria Bragantino, Joinville e, inclusive, o Avaí, subindo para a 16ª colocação. Porém, o empate foi frustrante para o time Alvinegro, que terminou mais uma rodada na zona de rebaixamento.

Pela primeira vez desde quando assumiu o comando técnico, Estevam Soares pôde repetir o onze inicial da partida anterior, que tinha Rafael Santos; Henrique, Rodolfo Mol, Bruno Costa e Wesley Douglas; Rafael Jataí, Filipe Alves e Marcos Serrato; Vinícius Kiss e Hiroshi; Rubens. O objetivo era dar mais entrosamento aos jogadores.

Contudo, o início do jogo foi desastroso para o time mineiro e dois jogadores saíram lesionados com menos de 15 minutos de jogo, mudando os planos do treinador. Ambas as baixas comprometeram a atuação da equipe: tecnicamente  Hiroshi por ser um jogador fundamental  e taticamente  a saída de Henrique fez com que Vinícius Kiss fosse improvisado na lateral-direita e a equipe perdeu a sua válvula de escape.


Jonathan marcou um belo gol e abriu o placar (Foto: Felipe Couri/tupifc.esp.br)
O Galo Carijó ainda conseguiu abrir o placar com participação dos dois jogadores que entraram. Aos 21', Thiago Silvy aproveitou o rebote de Renan e cruzou para Jonathan, que acertou um chute de rara felicidade. Após o gol, o Leão respondeu e três minutos depois, Willian teve uma chance clara, mas mandou por cima. O restante do primeiro tempo foi bastante equilibrado e com poucas chances de gol para as duas equipes. 

Na volta do intervalo, o Tupi adotou uma postura perigosa, abdicando de atacar e cedendo seu campo defensivo ao adversário. O Avaí, por sua vez, teve a posse de bola, mas pouco incomodou o gol de Rafael Santos. Até os 15 minutos, quando Jajá encontrou espaço na defesa carijó e deu um belo passe para Rômulo, que deixou tudo igual. 

Com o empate, o time catarinense se mostrou bastante satisfeito, enquanto o mineiro acordou e foi quem buscou mais o gol. Aos 21', Estevam Soares deu a última cartada, colocando Gabriel Sacilotto no lugar de Filipe Alves, mas a alteração não surtiu o efeito desejado. 

Pouco criativo, o Tupi teve dificuldades para envolver a defesa adversária e, consequentemente, poucas chances foram criadas para que o placar fosse alterado mais uma vez. A melhor delas nos acréscimos, em um chute a queima-roupa de Jonathan e um milagre de Renan, que espalmou e a bola ainda tocou na trave.

Com o resultado, o Tupi chegou à quatro jogos de invencibilidade e aos nove pontos, mas permanece na 19ª colocação. Sem tempo para lamentar o time mineiro embarca para o Maranhão, onde enfrenta o Sampaio Corrêa na próxima terça-feira (28), em um jogo que só a vitória interessa.

Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.