Header Ads

Rio 2016: Britânicos dominam o triatlo

Um dos esportes de mais exigência física nos Jogos Olímpicos do Rio, o Triatlo teve domínio britânico com três medalhas, duas no masculino e uma no feminino. Essa modalidade engloba 10km de corrida, 1,5km de natação em mar aberto e 4km de ciclismo. As provas foram disputadas no belíssimo cenário carioca, com ponto principal sendo o Forte de Copacabana.

Os irmãos Alistair e Jonathan Brownlee (Foto: The Telegraph)
A prova masculina foi disputada por um total de 50 competidores, dentre eles, o brasileiro Diogo Sclebin, que terminou a prova na 41ª posição, com 1h52m32s. Os irmãos Brownlee, da Grã-Bretanha, deixaram a família orgulhosa, já que Alistair ficou com a medalha de ouro com o tempo total de 1h45m01s, e Jonathan ficou com a prata com 1h45m07s. Completando o pódio, o sul-africano Henri Schoeman conquistou o bronze, terminando o circuito em 1h45m43s.

Disputaram a prova feminina 48 mulheres e a brasileira Pâmella Oliveira ficou em 40º lugar, com 2h04m03s. No lugar mais alto do pódio, Gwen Jorgensen, dos Estados Unidos, terminou o circuito em 1h56m16s e ficou com o ouro. Nicola Spirig, da Suíça, chegou em segundo com 1h56m56s, conquistando a prata. Fechando o quadro de medalhas do triatlo, mais um atleta da Grã-Bretanha, Vicky Holland ficou com o bronze depois de 1h57m01s de prova.

O triatlo é uma modalidade recente dos Jogos Olímpicos, entrando no programa em Sidney, no ano 2000. O Rio apresentou um cenário perfeito para a prática e a tendência é que o gosto por esse esporte aumente ainda mais até os próximos jogos, em Tokyo, 2020.

Lucas Felipe (@lsouza73)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.