Header Ads

São Paulo empata com Coritiba e se complica (ainda mais) com a torcida

Não é assim, Chavez: Argentino erra gols incríveis e São Paulo empata, sem gols, no Morumbi



No meio de derrotas e torcedores furiosos com a atual situação, o São Paulo entrou em campo no Morumbi vazio contra o Coritiba pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com muita pressão do time da casa, o jogo acabou sem gols.

Tanto na primeira como na segunda etapa, o estilo do jogo foi o mesmo. O São Paulo jogou sem tática, apenas na raça, tinha momentos em que até Lyanco saía da zaga para tentar armar jogadas no meio de campo, mostrando como está difícil uma bola passar do meio para o ataque em condições reais de gol. O Tricolor teve ao todo 17 finalizações contra 6 do Coritiba. Destas, duas foram gols incríveis perdidos por Chávez. O time da casa tentava de toda maneira chegar ao gol de Wilson, porém as finalizações ou paravam no próprio goleiro, ou passavam por cima do gol.

No segundo tempo, o Coxa decidiu "fechar a casinha" e foi quando as coisas complicaram ainda mais para o Tricolor. O São Paulo tentava se infiltrar dentro da área para depois chutar, em vez de tentar chutar de fora da área. Obviamente, em resultado a isso, 99% das vezes que a equipe tentava armar jogada, era desarmada. Assim, com eficiência da defesa paranaense e do desastre do ataque paulista, a partida acabou em empate sem gols.

Com esse resultado, o São Paulo permanece em 11º na tabela e chega a 49 dias sem vencer no Morumbi, vai completar dois meses até a partida contra o Figueirense, dia 11/09. O próximo desafio do Tricolor é contra o Palmeiras, no Allianz Parque, quarta-feira (07/09), às 21h45. Além de ser desafiador por ser um clássico, o clube também terá que "se virar nos 30" na escalação, já que terá sete desfalques. São eles Buffarini (suspenso); Rodrigo Caio, Mena, Cueva, Lyanco, Lucão e Auro (todos por conta de seleção); e Bruno e Gilberto, que estão lesionados e são dúvida.

FICHA TÉCNICA 
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi - SP
Cartões amarelos: Buffarini  e Mena (SPO); Edinho (CFC)
Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento (AL), auxiliado por Esdras Mariano de Lima Albuquerque e Pedro Jorge Santos de Araújo (ambos de AL)

SÃO PAULO:
Denis; Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Cueva; Michel Bastos (Luiz Araújo), Kelvin (Pedro) e Chávez. Técnico: Ricardo Gomes

CORITIBA
Wilson Jr, Dodô, Luccas Claro, Juninho e Cesar Benítez; Edinho, João Paulo (Walisson Maia), Raphael Veiga e Juan; Vinicius (Iago) e Neto Berola (Jorge Ortega). Técnico: Carpegiani

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.