Header Ads

Sem deixar a peteca cair: a hegemonia asiática no badminton

Dupla chinesa fatura o ouro no badminton
Pouco difundido no Brasil, o badminton teve, pela primeira vez na história dos Jogos, dois representantes brasileiros: Ytalo Coelho e Lohaynny Vicente, ambos na disputa individual. Semelhante ao tênis, a modalidade fez sua estreia na Olimpíada de 1992, em Barcelona. São disputados torneios masculinos e femininos, individuais e de duplas, além de duplas mistas.

Mesmo não conhecendo o esporte, o público compareceu em peso no Pavilhão 4 do Riocentro para acompanhar os duelos. Das cinco medalhas de ouro disputadas, quatro foram para o continente asiático. A China, contudo, não teve o desempenho esperado. Detentor de 38 medalhas, nas seis participações da modalidade em Jogos anteriores, o país saiu da Rio 2016 com apenas três pódios, sendo dois ouros.

Simples feminino:

Primeira brasileira a competir no badminton em uma Olimpíada, Lohaynny Vicente se despediu da Rio 2016 com duas derrotas: a primeira para a indiana Saina Nehwal e a segunda para a ucraniana Maria Ulitina, ambas por 2 a 0. Lohaynny, ao lado da irmã Luana, já havia representado o Brasil no Pan-Americano de Toronto, em 2015, quando ganhou a prata. Nas duplas mistas, ela havia ficado com o bronze.

Brasileira Lohaynny Vicente em ação na Rio 2016 (Foto: Saulo Cruz/Exemplus/COB)
E não foi só a brasileira que fez história: no lugar mais alto do pódio, uma espanhola. Carolina Marin derrotou a indiana P.V Sindhu e conquistou a primeira medalha olímpica da Espanha no badminton. Foi a única medalha de ouro no badminton dessa edição que não foi para a Ásia. O bronze ficou com Nozomi Okuhara, do Japão, depois da desistência da campeã em 2012, Li Xuerui (China), por lesão.

Simples masculino:

Assim que entrou em quadra, da mesma forma que Lohaynny, Ygor Coelho de Oliveira fez história no badminton: com apenas 19 anos, o jovem se tornou o primeiro homem a representar o Brasil em uma partida olímpica da modalidade. Embora tenha perdido suas duas partidas, o jogador levou o público ao delírio após cada ponto seu e, ainda, conseguiu vencer um de seus sets, contra o irlandês Scott Evans.

No pódio do badminton masculino individual, mais uma surpresa: o bicampeão olímpico – Pequim 2008 e Londres 2012 –  Lin Dan, da China, não conseguiu nenhuma medalha. Dan, que disputou o bronze, perdeu a partida para Viktor Axelsen da Dinamarca por 2 sets a 1, e terminou sua participação em quarto lugar.

Sem Lin Dan na final, tudo caminhava para que Lee Chong Wei, da Malásia, conquistasse sua primeira medalha de ouro, depois de duas pratas consecutivas – tanto em Pequim como em Lodres, o malásio perdeu a final para Lin Dan. Depois de eliminar seu algoz nas semis, o atleta já estava com um pé em cima do lugar mais alto do pódio. Contudo, ele não esperava que outro chinês estragasse os seus planos. Chen Long, segundo melhor colocado no ranking, venceu os dois sets por duplo 21-18 e levou a medalha de ouro. Chong Wei fica com a terceira medalha de prata em Jogos Olímpicos.

Ygor Coelho representou o Brasil no badminton (Foto: Getty Images)
Duplas femininas:

Invicta, a dupla A. Takahashi e M. Matsutomo, do Japão, ficou com o ouro. Mas não sem antes sofrer um pouco. Na final, venceram as dinamarquesas K.R. Juhl e C. Pedersen por 2x1, mas chegaram a estar perdendo o último set por 19-15, virando o placar no finalzinho, com seis pontos em sequência. Na disputa pelo bronze, deu Coréia do Sul: S.C. Shin e K.E. Jung derrotaram uma dupla chinesa.

Duplas masculinas:

Os chineses H.F. Fu e N. Zhang ficaram com o ouro nas duplas masculinas, W.K. Tan e V. S. Goh da Malásia ficaram com a prata. Após perderem o primeiro game para os malásios por 21-16, os chineses levaram o segundo e o terceiro (21-13 e 23-21), garantindo o ouro em uma emocionante disputa que durou mais de uma hora. O bronze ficou com os britânicos M. Ellis e C. Langridge.

Duplas mistas:

A medalha de ouro foi para a Indonésia. Sem dificuldades, a dupla Natsir e Ahmad derrotou os malásios Chan e Go por 2 sets a 0. Na disputa pela medalha de bronze, enfrentaram-se duas duplas chinesas: Ma Jin e Xu Chen contra Zhang e Yunlei. Em partida apertada, a dupla Zhang e Yunlei, que era, inclusive, favorita ao ouro, venceu os conterrâneos.

Janaína Wille, @janainawille

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.