Header Ads

Com pintura de Camilo, Botafogo vence e sobe no Brasileirão

Sob olhares desconfiados, o Glorioso entrou em campo diante do Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, na tarde deste domingo (4), na Arena Botafogo, mesmo palco do vexame protagonizado na última quinta-feira (1), na Copa do Brasil. Com algumas mudanças, o Alvinegro fez um bom jogo e, sem dificuldades, venceu por 2 a 1. O destaque foi a obra de arte feita por Camilo, que de bicicleta, marcou um gol de placa. A vitória fez com que o Botafogo chegasse aos 29 pontos. O clube agora é o 11º colocado e volta a jogar na próxima quarta (7), feriado, contra o Fluminense. É dia de clássico vovô na Ilha do Governador.   

O JOGO

A equipe comandada por Jair Ventura fez uma ótima exibição no primeiro tempo. Com apenas 2 minutos, o Botafogo levou perigo. Neilton tocou para Camilo, que deixou Bruno Silva livre para pegar de primeira. A bola passou rente à trave. No minuto seguinte, o Glorioso marcou o gol. Luis Ricardo lançou para Sassá, que na disputa com o goleiro gremista, viu a bola sobrar limpa para Neilton só empurrar para o fundo das redes. A arbitragem, no entanto, anulou o gol, em lance confuso. O Alvinegro fazia uma marcação forte, principalmente no meio de campo e dificultava a vida do time gaúcho. 

Aos 20 minutos, eis que Camilo marcou simplesmente o gol mais bonito do Campeonato Brasileiro, pelo menos por enquanto. Foi uma pintura, uma verdadeira obra de arte. A jogada em si foi muito bonita. Bruno Silva abriu para Luis Ricardo, que cruzou de primeira, na medida, para o camisa 10, que de bicicleta, fez gol digno de prêmio Puskás. Botafogo 1 a 0. 

Camilo marcou gol de placa na Arena (Foto: Vitor Silva/ SS Press/ Botafogo)
O segundo gol poderia ter saído já aos 23', em outra boa jogada. Neilton levantou a cabeça e encontrou Sassá. O atacante fintou o zagueiro Kannemann mas chutou muito forte. Faltou capricho. Aos 28 minutos, Jair Ventura foi obrigado a fazer uma substituição. Fernandes, com dores, saiu e deu lugar ao experiente Dudu Cearense. Na sequência, o Alvinegro ampliou o placar. Luis Ricardo colocou na medida para Sassá, que chutou forte no gol de Bruno Grassi. Enquanto isso, o Grêmio não levou perigo no primeiro tempo, que terminou aos 46' com vantagem botafoguense.

O Botafogo voltou com a mesma formação para a etapa final. E no primeiro minuto, Neilton recebeu nas costas da zaga gremista, driblou dois e tocou para Sassá, mas Kannemann chegou a tempo e mandou a bola para escanteio. Aos 16', Sassá pediu para sair após leve incômodo. Rodrigo Pimpão foi o substituto. Aos 33', o Grêmio chegou a marcar, mas com Luan e Kannemann impedidos, a arbitragem logo anulou o gol. O time gaúcho, no entanto, diminuiu no minuto seguinte. Ramiro ajeitou, Luan tocou na frente e Batista, mesmo sem ângulo, ganhou de Sidão, que falhou e fez o gol. Na jogada, Luis Ricardo, ao tentar tirar a bola, fraturou o tornozelo e teve de ser substituído por Emerson Silva. Apesar do gol sofrido o Glorioso segurou o Grêmio e aos 50' pôde comemorar a importante vitória. Botafogo 2 a 1.  

OBSERVAÇÕES

A vitória foi importante para o Botafogo se distanciar da zona de rebaixamento. O triunfo ajudará a melhorar o ambiente alvinegro, certamente abalado pelo deslize na Copa do Brasil. 

O Botafogo é outro desde que Camilo chegou ao time. O camisa 10 marcou um gol de placa que merece ser visto inúmeras vezes. Foi o gol mais bonito do Campeonato (sem clubismo).

Luis Ricardo foi fundamental. Cruzou na medida para Camilo e deu assistência para o gol de Sassá. Infelizmente, como há coisas que só acontecem com o Botafogo, o lateral saiu da partida com fratura no tornozelo e só voltará a jogar em 2017. É uma perda enorme para o Glorioso, que terá que se virar sem ele. 

Joel Carli voltou a ser titular para não sair mais. O zagueiro argentino é muito mais seguro. 

Sassá também merece destaque. Com o gol marcado, o atacante é agora um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, com 10 gols. 

FICHA DO JOGO

Botafogo 2
Sidão, Luis Ricardo (Emerson Silva), Joel Carli, Emerson Santos, Victor Luis; Airton, Bruno Silva, Fernandes (Dudu Cearense), Camilo; Neilton, Sassá. Técnico: Jair Ventura. 

Grêmio 1
Bruno Grassi, Edilson, Kannemann, Wallace Reis, Marcelo Oliveira; Walace (Ramiro), Maicon (Kaio), Jaílson, Douglas; Luan, Henrique Almeida (Batista). Técnico: Roger Machado. 

Estádio: Arena Botafogo (RJ). 
Árbitro: Wagner Rewat (MT). 
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT). 
Gols: Camilo (20' do 1º T); Sassá (28' do 1º T); Batista (34' do 2º T). 
Cartões amarelos: Joel Carli, Emerson Santos e Airton (Botafogo); Edilson, Ramiro, Maicon e Luan (Grêmio). 
Público: 5.199. 
Renda: R$ 143.720,00. 

Por: Gabriel De Luca (@biel_dluca). 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.