Header Ads

Desencantou e goleou

Na partida que antecedeu a duelo contra o Monaco, o Tottenham viajou até Stoke-on-Trent neste sábado (10), para enfrentar o time da cidade. Com atuações abaixo do esperado, os Spurs vinham conquistando os resultados, mas sem convencer. Porém, desta vez, foi diferente e o time conseguiu aplicar uma goleada.
Os Spurs golearam fora de casa (Foto: Getty)
Mesmo com a estreia na Champions batendo na porta, Maurício Pochettino mandou força máxima para a partida, escalando os principais jogadores. Entre eles, o capitão Lloris retornou de lesão, sendo a principal novidade. Outros dois setores também tiveram mudanças, com as entradas de Davies e Son nos lugares de Rose e Lamela, respectivamente. A formação foi mantida: 4-2-3-1  Lloris; Walker, Alderweireld, Vertonghen e Davies; Dier, Wanyama, Eriksen, Dele Alli e Son; Kane.

O JOGO

Se engana quem pensa que foi uma partida fácil durante os noventa minutos para o time de Londres. No início do jogo, o Stoke pressionou a saída de bola, demonstrando que iria ser uma partida difícil para o adversário. Só a partir dos 15', o Tottenham entrou definitivamente no jogo e impôs seu ritmo, chegando duas vezes com Dele Alli. Em uma delas, o jovem teve uma chance clara na área, mas chutou torto. 

Entretanto, o lance foi isolado e a primeira etapa foi de poucas chances claras, até que o placar foi inaugurado. Aos 40', Eriksen recebeu na direita, limpou o marcador e cruzou para Son, que teve toda a liberdade para finalizar e colocar os visitantes em vantagem. E o primeiro tempo terminou assim: Stoke City 0 x 1 Tottenham.

Na etapa complementar, uma jogada foi crucial para que o placar fosse construído: o contra-ataque. Com a necessidade de buscar o empate, o Stoke City atacou de forma desordenada, deixando espaços na defesa. Logo aos 2 minutos, Eriksen bateu de perna esquerda e Given salvou, espalmando para escanteio. 3 minutos depois, Shawcross teve a chance do empate dentro da área, mas mandou para fora.

Em seguida, Maurício Pochettino mexeu pela primeira vez, colocando Lamela no lugar de Wanyama. Porém, a exemplo do primeiro gol, foi a dupla Eriksen/Son que apareceu mais uma vez. Aos 12', o dinamarquês serviu o coreano, que acertou um belo chute no ângulo. No lance seguinte, Walker cruzou para Dele Alli, que fez 3 a 0 e praticamente garantiu a vitória a favor dos visitantes.


Kane marcou o primeiro dele e o quarto dos Spurs (Foto: PA)
Após o terceiro gol, os Potters não demonstraram em momento nenhum que poderiam reagir, enquanto os Spurs controlavam o jogo e pareciam satisfeitos com o resultado. Porém, Kane buscava quebrar o jejum, já que ainda não havia marcado na competição. E quebrou, o artilheiro fez o seu gol de número 50 em todas edições e transformou a vitória em goleada, antes de ser substituído por Janssen.

Já no fim da partida, o Stoke ainda tentou diminuir, mas quando Lloris não defendeu, Walker salvou em cima da linha. Aos 33', Eriksen deixou o campo depois de uma grande atuação, dano lugar a Sissoko. O estreante quase marcou, quando a bola foi desviada na defesa e Given teve que se esticar todo, para salvar o quinto gol. Entretanto, o placar de 4 a 0 foi mantido, até o apito final.

O resultado foi importantíssimo para o Tottenham, que chegou aos 8 pontos, manteve a invencibilidade e entrou no G-4  pelo menos momentaneamente, já que o Everton ainda joga na rodada. Na próxima rodada, o time londrino grandes chances de se consolidar ainda mais entre os primeiros colocados, já que recebe o Sunderland. Antes disso, tem a estreia na principal competição de clubes do planeta, a Champions.

#COYS

Por: Marcelo Júnior || Twitter: @marcelinjrr / @SiteLF / @PLBrasil_LF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.