Header Ads

Era para ser uma goleada, faltou sorte ou foi incompetência?

Heaton roubou as atenções no jogo. (Getty Images)
Faz tempo que não via o Manchester dominar um adversário como no jogo contra o Burnley, no sábado passado. Foram pelo menos 19 chances reais de gol, onde ou erramos na conclusão ou a defesa conseguiu afastar ou o goleiro que estava num dia espetacular conseguia fazer a defesa, tudo funcionou muito bem, menos a finalização, e quando digo que não funcionou, não quis dizer que não fizeram nada, pois na realidade produziram muito bem, faltou a bola entrar, e que em minha opinião foi capricho dos deuses do futebol, que queriam que Heaton, o goleiro deles, se consagrasse nesta partida. Até a expulsão de Herrera foi estranha, não acho que deveria ter sido expulso, dá pra ver claramente que não foram lances violentos nem intencionais, que apenas a marcação das faltas bastaria, sem a necessidade da punição utilizando o cartão. Restou o 0x0 e mais lamentações. Está ficando difícil até para quem é otimista como eu, não pelos resultados em si, mas a cada jogo é uma bateria de comentários negativos ou positivos, que dependem do resultado, ninguém mais para analisar a situação real, tudo é momentâneo, e como já falei anteriormente imediatista.

Defesa de handebol na finalização de Ibra. (Getty Images)
Em outra posição, mas usando o mesmo recurso que Peter Schmeichel usou muitas vezes no nosso gol. (Getty Images) 
Para mim o que de pior está acontecendo nesses últimos anos é a descaracterização do estilo de jogo do Manchester United, uma coisa que acompanho o time há bastante tempo para sentir essa mudança, sempre jogamos com o 4-4-2 tradicional, dois zagueiros, dois laterais, dois meias centrais, dois meias laterais e dois atacantes, vou dar de exemplo nossos dois times mais famosos:

Campeões da Champions em 98/99. (ESPN) 
Manchester United 98/99

Schmeichel

G. Neville - Stam - Johnsen - Irwin

Beckham - Keane - Scholes - Giggs

Cole - Yorke

Repetindo a dose em 07/08 com a mesma receita. (Lapresse)
Manchester United 07/08

Van der Sar

G. Neville - Ferdinand - Vidic - Evra

Cristiano Ronaldo - Hargreaves (Carrick) - Scholes - Giggs

Tevez - Rooney

Você pode perceber que a estrutura do time era a mesma, e sempre jogamos assim, com duas linhas de quatro e dois atacantes que por vez poderiam ser ambos de área, ou um centroavante combinando com um segundo atacante ou até com dois segundos atacantes usando a velocidade, mas quase não existia variação do esquema do meio para trás, era o jeito Manchester de se jogar futebol, e deu muitos resultados, e acredito que deveria continuar jogando com este estilo, mais que um estilo é uma identidade, assim como o toque de bola do Barcelona e o jogo vertical do Bayern. Em minha opinião devemos resgatar nossa identidade e deixar essas experiências para os outros clubes, vamos voltar a vencer com nosso estilo.

Mais uma grande defesa de Heaton, que liderou a defesa e garantiu o 0x0. (Getty Images)
De última hora uma notícia bem interessante, Schweinsteiger voltou a treinar com o elenco principal, torcer para ele chegar com vontade e bem fisicamente, qualidade ele tem de sobra, já imaginou o 4-4-2 mágico contando com todos no nosso elenco em totais condições de jogo:

De Gea

Valencia - Bailly - Smalling - Shaw

Mata (Mkhitaryan) - Schweinsteiger (Schneiderlin) - Pogba (Herrera) - Martial (Depay)

Rooney (Rashford) - Ibra
Herrera deveria ter sido expulso? Para mim foi exagero da arbitragem. (Getty Images)
Que esquadrão, basta conseguir colocar os caras para jogar, mas aí é problema de Mourinho, eu só posso torcer e esperar pelo melhor, até a próxima e GGMU!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.