Header Ads

Jogo de grande publico e frustração

O Marseille recebeu o Bordeaux no Velodrome, com cinquenta e três mil almas, fazendo o que nenhuma outra é capaz de fazer na França, apoiar e empurrar nossa equipe para a vitoria. Existia um clima de muito entusiasmo, principalmente pela presença na casa mata de Rudi Garcia por primeira vez no comando do OM no Velodrome.

Twitter oficial do Olympique de Marseille
Na primeira etapa, o Marseille ficou com a bola na maior parte do tempo sem criar oportunidades claras, o adversário chegou a ameaçar em dois contragolpes desarmados pelo brasileiro Doria de ótima partida. No decorrer do primeiro tempo, Gomis sentiu a coxa, recebeu atendimento medico é volto para disputar o tempo restante com coxa enfaixada. A oportunidade mais clara criada pelo Marseille saiu dos pés de Florian Thauvin executando um arremate potente de fora da área. A primeira etapa se arrastou ate seu fim sem muitas emoções.

A segunda etapa prosseguiu igual à primeira, com muita lentidão nas trocas de passes e além de não conseguir criar uma jogada de ataque de perigo, muito menos finalizar no goleiro do Bordeaux. O melhor jogador do Marseille na temporada não resistiu às dores e saiu para a entrada do belga Leya Iseka, e foi com ele que o OM perdeu as melhores oportunidades da segunda etapa, deixando escapar a vitoria de local, decepcionando a torcida que lotou e deu um espetáculo no Orange Velodrome.

Após o jogo em coletiva de imprensa Rudi Garcia se mostrou satisfeito com o rendimento da equipe apesar de ter detectado algumas falhas.

Agora temos que esperar os exames de Gomis para saber o grau da lesão, preocupante pela importância que o jogador tem para o time. Com tempo Rudi Garcia ira impor seu estilo de jogo no time e as coisas melhorou. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.