Header Ads

Até a próxima: Figueirense é rebaixado à Série B

"Tragédia anunciada". Assim disse o técnico Marcos Santos em sua coletiva, após a derrota para o Vitória por 4x0, que culminou com o rebaixamento do Figueirense na tarde deste domingo (20).

Após goleada, Figueirense é rebaixado para a Série B (Foto: Betto Jr)

Acabou. Estamos rebaixados após um longo ano de sofrimento. E em um momento como esse, eu como colunista e torcedor do Figueirense, não tem como escrever isso e deixar a emoção de lado.

Foram erros atrás de erros. Pataquadas atrás de pataquadas. E hoje, quem paga por isso tudo, é o torcedor, que mesmo na eminência do rebaixamento, acreditava. Paga com suas lágrimas, os erros de uma diretoria infantil, que só fez uma coisa em 2016: tentar acabar com o Figueirense.

E insisto em dizer para vocês, e principalmente para a organizada que é cega. Se existe um maior culpado pelo rebaixamento alvinegro, esse culpado se chama Wilfredo Brillinger. O culpado não é o torcedor que não canta os 90 minutos no estádio, não é o roupeiro, não é o cidadão do carrinho maca, não é a arbitragem, nem ninguém. O culpado disso tudo é o presidente do clube.

Foi ele quem contratou jogadores como Josa, Werley, Maurides, Bady, Pará, Everton Santos, Jackson Caucaia, Elvis e afins; foi ele quem demitiu Vinícius Eutrópio - que foi o único a dizer que esse time era ruim -, para contratar Argel Fucks achando que ele seria o salvador da pátria; foi ele que fez tudo de ruim que levou o Figueirense pro lugar que estará na próxima temporada.

O pensamento deve ser, claro, planejar 2017. E pra já! O novo superintendente, Léo Franco, já confimou que o técnico Marcos Santos permanecerá para o início da temporada que está por vir. A maioria dos jogadores do elenco atual, têm seu contrato encerrado ao fim deste ano, e grande parte não será renovado. Um dos sonhos do Figueirense é contar com a permanência de Rafael Moura. Porém isso depende muito da vontade do Atlético-MG, que é detentor dos direitos do atleta.

2016 vai acabando de uma forma melancólica. E não há persectiva de que em 2017 teremos um bom ano. Aliás, não há perspectiva de nada. Uma certeza nós torcedores temos que ter. O Figueirense Futebol Clube é maior que tudo e todos. Nada e nem ninguém vai destruir esse amor que você tem pelo clube. Nós amamos o Figueirense e não a divisão que ele esteja. Não importa o momento, o lugar, nada. Sempre estaremos juntos com o Figueirense, e pelo Figueirense.

Patrick Silva | @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.