Header Ads

Em terra de Janssen, quem tem Kane é rei

Após a parada para a data FIFA, o Tottenham recebeu West Ham neste sábado (19), no White Hart Lane, em Londres, pela 12ª rodada da Premier LeagueNo duelo contra o rival local, os Spurs voltaram a vencer e quebraram o jejum de sete partidas, se somada todas as competições.

O artilheiro mais uma vez foi algoz dos rivais londrinos (Foto: Alex Broadway/Getty)
Às vésperas do confronto que irá determinar o futuro na Champions, o comandante argentino mandou à campo uma equipe que provavelmente não é o seu "onze ideal", mas ainda sim, com condições de fazer uma boa apresentação. Entre os poupados, Alli e Son só entraram no decorrer do jogo, enquanto Winks e Janssen começaram como titulares. O esquema com dois centroavantes foi testado e Kane mais uma vez foi sacrificado pela presença de Janssen.

A partida poderia ter se tornado mais fácil para o Tottenham, quando Eriksen recebeu passe longo de Winks e abriria o placar, aos 5 minutos, mas o bandeira marcou o impedimento e anulou o que seria o primeiro gol. Nos minutos seguintes, o time da casa teve mais posse de bola como de costume, enquanto os visitantes tiveram a postura de apenas se defender.

Porém, o amplo domínio (70% de posse de bola na maior parte do tempo) não bastou e quem chegou ao gol mesmo foi o West Ham, em sua única boa chance do primeiro tempo. Aos 23', Payet cobrou escanteio, Kouyaté cabeceou e Lloris viu a bola carimbar o seu travessão, antes de Antonio aproveitar o rebote e abrir o placar.

O restante do primeiro tempo só serviu para esclarecer uma dúvida que só Maurício Pochettino parece ainda ter: Kane e Janssen definitivamente não funcioraram juntos. Com dois centroavantes, os laterais tímidos nas suas subidas e nenhum jogador com característica de quebrar a marcação através do drible, a equipe pouco criou e não teve nenhuma chance de empate na primeira parte do jogo.


Winks aproveitou a aportunidade como titular (Foto: Andrew Couldridge/Reuters)
Na volta do intervalo, o time da casa cresceu no jogo e passou a encontrar mais espaços na defesa adversária, sobretudo pelo flanco esquerdo com Rose. E logo aos 5 minutos, o lateral cruzou, Janssen dominou e exigiu uma boa defesa de Randoph, que deu rebote e Winks aproveitou. O jovem, que vinha sendo bastante participativo e para mim o melhor dos Spurs no jogo, marcou o seu primeiro gol como profissional.

Após o empate, o Tottenham até ensaiou uma pressão e esteve mais perto de marcar, mas novamente veio o balde de água fria do West Ham. Aos 22', Maurício Pochettino finalmente resolveu agir, programando a entrada de Alli no lugar de Janssen. Porém, no lance anterior a substituíção, o holândes decretou mais uma atuação pífia cometendo pênalti em Reid. Lanzini pegou a bola e recolocou os Hammers em vantagem.

Com a saída do camisa 9, Kane voltou para o seu "habitat natural", atuando como único homem de referência. Poucos minutos depois, o técnico fez outra mudança que mudaria a história do jogo, ao colocar Son no lugar de Dembélé. Seja por questões físicas ou técnicas, o volante é outro que não tem entregado tudo que pode e deixou o campo após mais uma atuação discreta.


Son, Kane e cia mantiveram a invecibilidade dos Spurs (Foto: Andrew Couldridge/Reuters)
Quando todos já cogitavam a possibilidade de queda do último invicto da competição, o camisa 10 dos Spurs não só manteve o time sem derrotas, como garantiu mais três pontos preciosos. O artilheiro Kane marcou dois gols em dois minutos, ambos com participação efetiva de Son, que deu uma assistência e ainda sofreu o pênalti que determinou a virada, por 3 a 2.

O resultado foi importante para trazer tranquilidade ao time e permite ao Tottenham seguir alimentando o sonho de fazer uma campanha tão boa quanto a da temporada passada. Agora, o time londrino tem 24 pontos e está à 3 do líder Liverpool, além que abrir uma vantagem considerável de Manchester United e Everton – ambos empataram seus respectivos jogos e estão com 5 pontos a menos.

#COYS

Por: Marcelo Júnior

Twitter: @marcelinjrr / @SiteLF / @PLBrasil_LF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.