Header Ads

Com Wenger sendo Wenger, Arsenal sofre segunda derrota em menos de uma semana

A semana do torcedor do Arsenal não poderia ter sido pior, na segunda-feira (13), os Gunners foram sorteados para enfrentar o Bayern, nas oitavas de final da Liga dos Campeões, um dos adversários mais indesejáveis dos possíveis. Na terça-feira (14), perdeu a invencibilidade que carregava desde a segunda rodada da Premier League ao ser derrotado pelo Everton, de virada.

Alexis e Yaya Touré disputam a bola. Foto: Arsenal.com
E à tarde de domingo (18) deixou os Gunners ainda mais frustrados, após sair na frente do Manchester City, no Etihad Stadium, o Arsenal mais uma vez sofreu o revés e deixou o campo derrotado. Chamou a atenção negativamente o desequilíbrio do time na segunda etapa e a passividade de Arsène Wenger.

Logo aos cinco minutos de jogo, Theo Walcott abriu o placar e deu esperanças ao lado vermelho de Londres. Mas o gol foi tudo o que fez o time e a primeira etapa acabou com a vitória pelo placar mínimo para os visitantes.

Nem deu tempo de ver a estratégia do Arsenal para o segundo tempo, com dois minutos, Leroy Sané, em posição duvidosa, deixou tudo igual em Manchester. Os Gunners pareciam ter ficado no vestiário e o gol da virada era só uma questão de tempo.

Com o jogo ainda empatado e sem mostrar nenhuma reação, aos 20 minutos, Wenger fez a substituição mais previsível possível, trocando Iwobi por Oxlade-Chamberlain. Seis minutos depois, o segundo gol do City veio com Raheem Sterling.

Wenger então, como já esta virando rotina, resolveu soltar o time depois de tomar o gol. Giroud entrou em campo no lugar de Coquelin. E para piorar as coisas, 13 minutos após entrar em campo, Ox sentiu uma lesão e teve que deixar o jogo.

Com opções de frente no banco, como Gibbs podendo jogar como ponta ou Lucas Pérez, que vem mostrando boas apresentações. Wenger resolveu colocar o volante Elneny para substituir Ox. A alteração naturalmente fez o time recuar e matou qualquer chance de reação.

A derrota deixou o Arsenal com 34 pontos na quarta colocação da Premier League, agora à nove pontos do líder, Chelsea. O próximo compromisso é no Boxing Day, quando os Gunners recebem o West Brom, no Estádio Emirates, na segunda-feira, dia 26/12.

Lucas Felipe (@lsouza73)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.