Header Ads

Avaí 2016 - Da corda no pescoço ao tão sonhado acesso

O ano da equipe azurra foi de altos e baixos, com algumas dificuldades no inicio do ano a equipe se reergueu e mostrou a raça demonstrada na letra do hino, trazendo a torcida novamente para a Ressacada o "Time de Monstrão" conquistou o tão sonhado acesso.

Foto: Via Whatsapp
Primeira Liga

O ano da equipe avaiana iniciou em Janeiro com a Copa da Primeira Liga, no inicio do ano a equipe do Sul da Ilha de Santa Catarina, atuava longe da Ressacada, por conta de uma grande reforma no campo. Atuando na cidade de Chapecó, o leão da ilha empatou seu jogo diante da equipe do Grêmio.

Neste jogo o goleiro Renan defendeu um pênalti que, garantiu o empate. O leão acabou ficando com apenas um ponto somado em toda competição, ficando de fora da segunda fase.

Foto: Diário Catrinense





Catarinense

A equipe iniciou o Campeonato ainda longe de seus domínios, mandando a maioria dos seus jogos no campo do Guarani da Palhoça.

As primeiras rodadas foram de formulação do time de Raul Cabral, com a equipe entrosada o leão conseguiu alcança a segunda melhor campanha do primeiro turno, atrás somente da equipe da Chapecoense, marcando 17 pontos.

O segundo turno foi um apagão total da equipe comandada pelo técnico Raul Cabral, com apenas três pontos marcados, com a vitória sobre o Guarani da Palhoça na Ressacada por 1x0. O leão disputou para fugir do rebaixamento até as ultimas rodadas.

A equipe somou 20 pontos, foram seis vitórias, dois empates e incríveis 10 derrotas.

Foto: PolidoroJunior
Campeonato Brasileiro Série B

Com um péssimo primeiro turno o leão era dado como um forte candidato a ser rebaixado a terceira divisão do brasileirão. Com 23 pontos, o time era comandado pelo técnico Silas, até a primeira rodada do segundo turno, na derrota do Avaí na Ressacada por 3x0.

A equipe ficou sendo comandada pelo interino e ex-jogador da equipe Evando, que, na sua primeira partida comandando a equipe avaiana, venceu o Sampaio Corrêa por 2x1 fora de casa. Na rodada seguinte, na semana seguinte a diretoria optou pelo técnico Claudinei Oliveira e de lá pra cá só obteve sucesso a equipe ficou nove jogos invictas sendo sete vitórias seguidas. Invencibilidade que foi perdida diante do Atlético GO que, se tornaria campeão da Série B.

A equipe voltaria a vencer o Tupi na Ressacada por 1x0, a equipe ficaria os oito jogos restantes sem nenhuma derrota. Conseguindo uma fenomenal virada no ano. Com o acesso conquistado na penúltima rodada diante do Londrina fora de casa, o gol do acesso foi marcado pelo meia Diego Jardel.

No segundo turno foras 19 jogos com treze vitórias três empates e apenas duas derrotas, a equipe conquistaria o tão sonhado acesso e o vice-campeonato da Série B de 2016.

Foto: Globoesporte.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.