Header Ads

Empate bem amargo em Gelsenkirchen

(Foto: Divulgação/Facebook Oficial)
Acabou um ano pífio na história do Schalke, 2016 deve ser esquecido. E para combinar com o ano, o clube Azul-Real frustrou ainda mais seus torcedores neste sábado (17), ficando apenas no empate em casa contra o Freiburg e bem distante de uma possível vaga na Europa League (sem contar que o objetivo original no começo da temporada era à ida Champions).

Por jogar em seus domínios, os mandantes até tiveram mais posse de bola no começo do jogo, mas não conseguiram criar nada efetivo e não proporcionaram muitas oportunidades a quem estava assistindo. Apenas aos 17’ de jogo, com a chegada dos visitantes, aconteceu um lance de perigo na partida. Após receber na entrada da área, Niederlechner desperdiçou uma boa oportunidade, mandando por cima da meta.Logo em seguida, o Schalke respondeu em dois contra-ataques, ambos com Konoplyanca. Porém, a falta de pontaria do ucraniano ficou clara, visto que ele desperdiçou as duas oportunidades. Após o lance, o jogo voltou a ficar morno e pouco aconteceu no primeiro tempo, que terminou sem grandes emoções e nenhum gol.

No segundo tempo, o a equipe de Gelsenkirchen definitivamente não voltou bem dos vestiários, ficando clara a desorganização tática seguida de vários erros de passes. Com isso, o Freiburg começou a demonstrar evolução, indo para cima e conseguindo criar boas oportunidades. O presente para isso veio aos 64’, quando Niederlechner recebeu na entrada da área, driblou Fahrmann e anotou o primeiro tento da partida.

(Foto: Divulgação/Bundesliga)
Com a desvantagem no placar, o desespero bateu a porta do Schalke, que buscou o empate de forma desordenada. A equipe de Markus Weinzierl não teve objetividade alguma durante o jogo, até a entrada de Baba Rahman, que infernizou o flanco direito do adversário e criou boas oportunidades. O meia, inclusive, foi quem fez a jogada e deu o passe para Konoplyanca, que trouxe a igualdade ao marcador de Veltins Arena.

Entretanto, ainda foi muito pouco, apenas duas finalizações no alvo retrataram muito bem como fazem falta os três centroavantes que estão lesionados: Huntelaar, Di Santo e Embolo. Outro setor que também sofreu com os desfalques foi a defesa. Setor que havia melhorado após a implantação dos três zagueiros por parte de Weinzierl, sentiu saudades de Naldo e Nastasic que ficaram de fora, por suspensão e lesão, respectivamente. Após o empate, nenhuma jogada foi construída pelo Azul Real, apenas alguns cruzamentos oriundos do desespero pelo resultado. No fim, aconteceu mais uma oportunidade de gol. Aproveitando a cobrança de escanteio, Bentaleb cabeceou e, quando iria completar para o gol, Avdijav foi travado na hora pela defesa.

Por fim, o jogo terminou mesmo em 1 a 1 e deixou o time longe do G6, que é a posição mínima para garantir vaga em uma competição europeia. Com o tropeço, ficou estacionado nos 18 pontos, voltou para a 11°. Na próxima rodada da Bundesliga, o Schalke jogará como visitante, contra o Hamburgo.

Um comentário:

  1. O jogo contra o Hamburgo é a chance de começar uma arrancada de recuperação... Hamburgo também não vem bem no campeonato. Schalke já teve temporadas muito melhores.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.