Header Ads

Semana difícil reaproxima o Palace da briga contra a Championship

Na primeira semana mais curta e atribulada de Premier League na temporada, com jogos também no meio da semana, o Palace teve dois rivais grandes e em momentos positivos dentro da competição. O saldo das duas partidas em Croydon foi de duas derrotas.

Hennessey durante partida diante do Chelsea. Reprodução/Twitter Oficial do Crystal Palace.
O Crystal Palace vivia até 15 dias atrás seu pior momento dentro da principal competência da terra da rainha. Antes da vitória por 3-0 diante do Southampton na 14ª rodada, as águias encaravam uma terrível sequência negativa com seis derrotas consecutivas, porém com o final do jejum de triunfos, veio outra rodada pontuando, com o heroico empate fora de casa com o Hull City.

A confiança voltara aos lados do Palácio de Cristal, excelente, levando em consideração as rodadas subsequentes onde o Palace receberia, Manchester United que após um período de baixa crescia na competição e vinha de boa vitória frente ao Tottenham e loga depois encararia o líder Chelsea invicto e 100% a 10 partidas, paradas duríssimas em Selhurst Park.

No primeiro desafio, quarta-feira contra o Manchester o Palace foi a campo com: Hennessey, Ward, Dann, Delaney, Kelly, Flamini (Ledley), Cabaye, Zaha, Lee (Fryers), McArthur (Campbell) e Benteke. O confronto teve durante praticamente todo o primeiro tempo, superioridade dos visitantes, visto uma ou outra estocada do Palace. Quase no trilar do apito a instantes finais da etapa, Pogba inaugurou o placar, levando o United em vantagem para os vestiários.

Na segunda etapa o Crystal mudou de postura e incomodava mais os Reds, tendo oportunidades melhores do que em todo o primeiro tempo, até que a mudança de atitude rendeu frutos, McArthur (cinco gols na Premier League) como elemento surpresa após bela jogada pela esquerda e passe de letra de Delaney, completou para as redes empatando a partida. O encontro se encaminhava para o empate até aparecer Ibra e finalizar na saída de Hennessey após passe de Pogba, 2-1 Manchester.

Palace segurava resultado até os 43 minutos do 2º tempo. Reprodução/Twitter Oficial do Crystal Palace.
A partida do sábado (17) contra o Chelsea seria outra parada muito complexa, apesar de outra vez jogar em casa, o que, aliás, não tem significado bons resultados ao Palace, o adversário em questão estava a 10 partidas vencendo consecutivamente. Palace jogando em Selhurst: 2V-1E-5D.

O jogo foi o que inaugurou os trabalhos de sábado pela Premier League, a região de Croydon, em Londres estava imersa em uma espessa neblina que marcou presença durante todo o embate. O Palace que enfrentou os líderes teve: Hennessey, Kelly (Fryers), Dann, Delaney, Ward, McArthur, Ledley, Zaha, Cabaye (Campbell), Puncheon (Townsend) e Benteke.

O Chelsea buscava atingir o recorde de vitórias da liga, só que o Palace estava disposto a estragar a festa dos blues. O jogo foi duro, brigado e bastante truncado no meio campo, com várias faltas cometidas por ambos os lados e oportunidades bloqueadas nos dois ataques, assim se encaminhava o primeiro tempo para um 0-0, a exemplo da partida anterior diante do Manchester. Praticamente como aconteceu contra os reds, os blues marcaram um gol no final da etapa. Após cruzamento de Azpilicueta encontrar a cabeça do artilheiro do campeonato, o brasileiro/espanhol que chegou ao seu 13º gol abrir o marcador, dando números finais à etapa inicial.

Detalhe do gol de Diego Costa. Reprodução/Twitter oficial do Chelsea.
A segunda etapa foi similar à anterior, com muitas faltas, poucas chances claras de gol e várias tentativas bloqueadas. O jogo seguiu combativo no meio de campo e apesar de ter feito razoavelmente uma boa exibição, as águias não foram páreo para o avassalador Chelsea de 11 vitórias seguidas e melhor defesa da Europa, o Palace teve mais posse de bola, mas o Chelsea transformou sua estratégia em gol, 1-0 blues e o Palace flerta com a Championship.

Agora em 15 jogos por premier League, são 11 vitórias Chelsea, duas vitórias Palace e dois empates. O Palace após encerrar o jejum de seis jogos sem pontuar, já não vence a duas rodadas, se mantém assim com 15 pontos agora em 17 rodadas, nos aproximamos do término de primeiro turno da competição e temos sim que nos preocupar com o fantasma da Championship (4V - 3E - 10), ficando a um ponto da zona de rebaixamento.

Próxima partida do Crystal Palace pela Premier League:
26 de Dezembro - 12h30min (hora Brasília) - Vicarage Road.
Watford x Crystal Palace.

Por: @carlosjr92educa
Carlos Alberto de Sousa Júnior - Colunista do Crystal Palace

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.