Header Ads

Vergonha: Mal, Figueirense leva quatro do Almirante Barroso

Na tarde desta quinta-feira (09), o Figueirense foi até o estádio Camilo Mussi em Itajaí, para enfrentar a equipe do Almirante Barroso. E surpreendentemente, a equipe da capital foi derrotada de virada pelo placar de 4x2.

Vindo de péssimas atuações, a equipe treinada por Marcos Santos via neste jogo uma oportunidade de praticar um bom futebol e conquistar uma boa vitória devido à fragilidade do adversário. Porém, o que se viu, foi um Figueirense totalmente desorganizado, assim como em todas as partidas cujo comandante foi Marcos Santos.

No gramado sintético do Camilo Mussi, Figueirense foi dominado pelo Barroso
Totalmente dominado pelo Almirante Barroso do início ao fim, o Figueirense praticamente não passava do meio-campo. Quando passou, aos 16 minutos, teve falta pela direita de ataque. Anderson Aquino cobrou na área, e o zagueiro Bruno Alves, de peixinho, abriu o placar. Durante todo o restante da primeira etapa, o Figueira continuou não jogando absolutamente nada e se via mais perto o empate do Barroso.

Empate este que veio logo no início da segunda etapa, quando houve uma disputa confusa na área do Figueirense, o zagueiro Dirceu falhou e a bola sobrou para Safira que empurrou para o fundo do gol. Não se encontrando, o Figueirense se via ameaçado e a virada do Barroso era previsível. Logo que, aos 25', bola alçada na área, zaga do Figueirense não acompanhou, e Jefferson Pauista fez de cabeça. Não demorou muito, e aos 27', Anderson Aquino cobrou escanteio e Dirceu chegou testando forte para marcar o empate do Figueirense. Depois disso o time praticamente morreu em campo, e aos 39', o Almirante Barroso voltou à frente do placar com o ex-Figueirense Diogo Dolem que após assistência de Safira, girou e sem deixar a bola cair, bateu bonito no ângulo esquerdo de Thiago Rodrigues. Aos 46', veio à última pá de cal. Safira fez linda jogada, passou por três marcadores alvinegros e tocou para Abner que só teve o trabalho de empurrar para o gol.

O último jogo entre Almirante Barroso e Figueirense no estádio Camilo Mussi, foi em 9 de maio de 1971, e o placar foi de 4x2 para a equipe de Itajaí. 46 anos depois, no mesmo Camilo Mussi, o Barroso repete o resultado pra cima do Figueirense.

A derrota de hoje para o Almirante Barroso é algo que não se pode aceitar. Com todo o respeito à história do quase centenário Almirante Barroso, mas é inadmissível que hoje, o Figueirense, um clube do tamanho que é, tome quatro gols de uma equipe quase amadora. Não se pode aceitar também, um técnico que escala porcamente o time. Nosso melhor zagueiro, Bruno Alves, jogou hoje, acredite se quiser de lateral-esquerdo. Só isso é motivo pra dar demissão por justa causa para o Marcos Santos.

O retrospecto do "treineiro" alvinegro é vergonhoso. Há quatro meses no comando do Figueirense, Marcos Santos tem 17 jogos, três vitórias, quatro empates, 10 derrotas, e um patético aproveitamento de 25,4%. Vinícius Eutrópio ano passado, por exemplo, foi demitido com um aproveitamento de 51,1%.

Situação de Marcos Santos no Figueirense é insustentável
O time hoje é um completo amontoado dentro de campo. Nosso técnico é um perdido e não sabe o que faz. E o nosso presidente, enquanto isso está curtindo suas férias nos EUA. Pelo visto ele deixou o Pateta aqui treinando o Figueirense.

Ficha Técnica - Almirante Barroso 4x2 Figueirense

Data: Quinta-feira, 09 de fevereiro de 2017
Horário: 17h (horário de Brasília)
Local: Estádio Camilo Mussi, Itajaí, SC
Público e renda: 859 pagantes; renda de R$ 13.580,00
Arbitragem: Eduardo Cordeiro Guimarães; Carlos Schmidt, Alexandre Medeiros Lodetti
Cartões amarelos: Schwenck, Rodrigo Couto e Van Basty (ALM); Zé Love, Yago, Dirceu e Juliano (FIG)
Gols: Safira, Jefferson Paulista, Diogo Dolem e Abner (ALM); Bruno Alves e Dirceu (FIG)

Almirante Barroso: Rodolfo; Nei, Lucena, Téssio, Adriano Chuva; Van Basty, Buru (Hulk), Rodrigo Couto, Safira; Jefferson Paulista (Diogo Dolem), Schwenck (Abner) | Técnico: Renê Marques

Figueirense: Thiago Rodrigues; Dudu (Gustavo Ermel), Dirceu, Leandro Almeida, Bruno Alves; Helder, Yago, Juliano (Elias), Everton (João Paulo); Anderson Aquino, Zé Love | Técnico: Marcos Santos

Patrick Silva | @figueiradepre

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.