Header Ads

No primeiro teste pra valer, sem sustos

Falem o que for, mas nunca é fácil enfrentar um time como o Grêmio, ainda mais recém-campeão da Copa do Brasil. A esmagadora maioria vai dizer "mas com time reserva é mole...", "nem o técnico dos caras foi pro jogo...", só que a questão é que qualquer jogador daquele time reserva do Grêmio é superior aos outros adversários que vêm pela frente no Campeonato Carioca, tirando os outros três grandes. Então, qual o problema em comemorar uma vitória importante? Importante sim, pois o time venceu sem sustos e mostrando um futebol vistoso há menos de um mês da estreia na Libertadores, contra o San Lorenzo.

Justiça seja feita, o Flamengo fez mais do que certo em entrar na Copa da Primeira Liga com a intenção de vencer e ser campeão usando força máxima. Esse era o pensamento inicial de todas as outras equipes participantes da competição - uma pena que no campo isso não foi respeitado e as outras equipes priorizam os campeonatos estaduais ao invés de darem a importância que a Primeira Liga precisa!

Berrío comemora seu 1° gol pelo Flamengo. (Fonte: flamengo.com.br)
No campo, fizemos bonito. Desde o apito inicial, a equipe foi pra cima e, sem medo algum do Grêmio, atacou durante todo o primeiro tempo. Destaque para Diego, que distribuiu o jogo de maneira ímpar e sempre encontrava os companheiros em boa posição. O camisa 35, após tentar várias enfiadas de bola, achou Trauco em uma bola açucarada de trivela, o peruano só teve o trabalho de rolar para Éverton, que encheu o pé para abrir o placar pro Mengão, 1 a 0.

Na etapa complementar, dois destaques: A estreia de Berrío e a fase incrível de Paolo Guerrero. O camisa 9 é, ao lado de Diego, o principal jogador da equipe nesta temporada. A grande fase vivida pelo peruano não se limita aos quatro gols que fez até o momento, mas também pela incrível capacidade de movimentação, atração de marcadores e de sempre estar no lance para conferir.

Foi dessa maneira que o Flamengo chegou ao segundo gol. Na cobrança de escanteio, Diego encontrou Guerrero, que testou pro gol; o goleiro tricolor espalmou e a bola procurou quem tem estrela; Berrío, que havia começado mal sua trajetória no Flamengo, só teve o trabalho de testar com calma para o fundo do gol e levar o Mané Garrincha à loucura: 2 a 0 Mengão e uma vitória sacramentada sem sustos.

O próximo duelo da equipe será domingo (12), contra o Botafogo, no Engenhão. A torcida vai comparecer em peso, como de praxe e muito otimista. O adversário vai a campo praticamente eliminado da Taça Guanabara e totalmente focado na Terceira Fase da Libertadores da América, tudo leva à crer que o Rubro-Negro é favorito para o duelo. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.