Header Ads

Não está sendo fácil

Após três eliminações seguidas o São Paulo estreou com mais uma derrota diante do bem organizado Cruzeiro.  Para tristeza da sua torcida que viu mais uma vez um time um pouco mais organizado do que o time que fora eliminado na Sul-americana, mas não o suficiente para derrotar o time mineiro.  O tricolor entrou com três zagueiros promovendo a estreia do bom Militão, o que resultou em uma defesa mais compacta. Planejamento defensivo que foi por água a baixo por conta do gol ridículo que levou. Aliás, nos últimos anos o SP vem colecionando gols ridículos.  Depois do gol, Ceni fez duas substituições de cara tirando Militão e Cueva que só andou em campo. O time, desorganizadamente, foi para cima do cruzeiro, mas deu de cara com o problema de sempre do tricolor desde saída do Ganso, a bendita falta de criação.  O time tricolor cisca, cisca, cisca e nada.

Diante de mais uma derrota prevejo dias difíceis para o tricolor. Time mediano, com um técnico inexperiente que tem se mostrado arrogante em alguns momentos em que se faz necessário ter pés no chão.  Tristeza em ver um time tão grande sendo tão maltratado por quem o dirige. Faz anos que não vemos o tricolor com elenco que condiz com o real peso da camisa. A culpa é de todos. Hora de unir forças para reerguer o time.

Washington Alves/Cruzeiro
Vamos para as notas?

Renan Ribeiro - O melhor do time, com uma grande defesa e segurança. Nota: 8,0

Thiago Mendes - Invenção na direita. Não foi mal, mas não é do ramo. Nota: 5,5

Maicon - O erro bizarro estragou completamente a boa atuação que teve. Nota: 3,0

Rodrigo Caio - Também dono de um erro bizarro, salvo pelo Renan. Nota: 4,0

Militão - Boa estreia. Seguro, fez o básico. Nota: 6,0

Junior - Horroroso. Foi mal em tudo que fez. Nota: 3,5

Jucilei - Ótima partida, num mar de falta de vontade e criatividade. Nota: 6,5

João Schmidt - Não ataca, não defende e não cria. Nota: 4,0

Cueva - Fraquíssimo. Desde a contusão não joga bola. Nota: 3,5

Marcinho - Boa estreia. Nota: 6,0

Lucas Pratto - Um dos poucos dignos de respeito atualmente. Não desiste do jogo. Nota 5,0

Luiz Araújo - O que aconteceu com ele? Grosseria em forma de jogador. Nota: 4,0

Thomaz - Entrou no segundo tempo para dar mais velocidade. Cisca e cisca. Nota: 5,0

Gilberto - Com essa falta de criatividade do meio campo, conta com os respingos na área. Nota: 4,5

Rogério Ceni - Mexeu na escalação e formação.  O time de certa forma deu uma melhorada, mas longe do ideal.  Cedo para dizer se o tricolor briga para não cair, mas nunca é cedo para reconhecer que o time é limitado e que errou.  Suas entrevistas desastrosas com estatísticas que não ganha jogo, atrai toda mídia para cima de si.  Hora de falar menos e fazer mais. Não é o maior culpado, mas boa parte da culpa é dele. Nota: 4,0

Bruno Cerqueira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.