Header Ads

Guia da Copa das Confederações - Nova Zelândia

A Nova Zelândia conquistou a OFC Nations Cup recentemente (Foto: Reprodução/FIFA)
A Nova Zelândia vem para a Rússia para representar o modesto e sem tradição futebol da Oceania. Certamente, a seleção neozelandesa provavelmente vai à Europa apenas de passeio, já que a diferença entre as outras seleções é brutal. Apesar de tudo isso, os All Whites do treinador Anthony Hudson contém alguns bons jogadores em seu plantel e como o futebol é uma ciência que proíbe prever resultados, a seleção, que está na final das Eliminatórias oceânicas para a próxima Copa do Mundo, pode surpreender. 

Como chegou à Copa das Confederações

A Nova Zelândia conquistou sua classificação ao vencer o seu quinto título da OFC Nations Cup. Em 2016, na Papua Nova Guiné, os All Whites terminaram em primeiro em um grupo com Fiji, Vanatu e Ilhas Salomão. Nas semifinais, uma vitória simples contra a Nova Caledônia, para que, na grande final, a seleção derrotasse os donos da casa nos pênaltis por 4 a 2, garantindo a conquista para a sua galeria. 

Últimas participações 

A Nova Zelândia soma três participações na segunda competição mais importante entre seleções no mundo, porém nenhuma delas com brilho. Em 1999, pararam na fase de grupos, ficando em último atrás de Brasil, Alemanha e Estados Unidos. Na França, em 2003, a mesma coisa, vendo Japão, Colômbia e França na sua frente. Na sua última participação, em 2009 idem: última posição no grupo com Iraque, África do Sul e Espanha. Ao todo, são nove jogos pela competição e nenhuma vitória, tendo conquistado apenas um empate contra o Iraque na última vez que disputou a Copa das Confederações. 

Convocação

Goleiros: Stefan Marinovic (SpVGG Unterhaching-ALE), Glen Moss (Newcastle Jets-AUS) e Tamati Williams (Waalwijk-HOL).

Defensores: Sam Brotherton (Sunderland), Deklan Wynne (Vancouver Whitecaps), Themi Tzimopoulos (PAS Giannina-GRE), Michael Boxall (SuperSport United-AFR), Dane Ingham (Brisbane Roar), Thomas Doyle (Wellington Phoenix-NZL), Kip Colvey (San Jose Earthquakes), Tommy Smith (Ipswich Town), Storm Roux (Central Coast Mariners-AUS) e Andrew Durante (Wellington Phoenix-NZL).

Meio-campistas: Bill Tuiloma (Olympique de Marselha), Michael McGlinchey (Wellington Phoenix), Ryan Thomas (PEC Zwolle-HOL) e Clayton Lewis (Auckland City).

Atacantes: Kosta Barbarouses (Wellington Phoenix), Chris Wood (Leeds United), Shane Smeltz (Borneo FC-IND), Marco Rojas (Melbourne Victory), Monty Patterson (Ipswich Town) e Alex Rufer (Wellington Phoenix).

Time-base(5-3-2): Marinovic; Colvey, Boxall, Durante, Tzimopoulos, Wynne; McGlinchey, Rojas, Thomas; Wood, Smeltz (Tuiloma). 
Técnico: Anthony Hudson 

Principal jogador

Chris Wood é um dos principais nomes do Leeds United e o unanimidade na seleção neozelandesa (Foto: CameraSport via Getty Images)
Principal fonte técnica da equipe, Chris Wood é um conhecido e destacado atacante da segunda divisão inglesa. Um dos principais jogadores do Leeds United, foi o artilheiro da última Championship, com 27 gols. O atacante, além de ser o jogador mais conhecido desse elenco, é a grande esperança de uma campanha surpreendente por parte dos neozelandeses. 

Fique de olho 

Marco Rojas tem bons números na temporada pelo Melbroune Victory (Foto: Reprodução/Melbroune Victory)
Um dos principais nomes do futebol da Oceania, o jogador Marco Rojas pode surpreender, mesmo atuando em uma liga de pouca expressão do mundo do futebol. O meio-campo, que já jogou no Stuttgart, possui números impressionantes nessa temporada pelo Melbroune Victory: 27 gols, 13 gols e 8 assistências.


Jogos

    DATA E HORA
ADVERSÁRIO
ESTÁDIO
LOCAL
17/06 - 12h
Rússia
Kretovsky Stadium
São Petersburgo
21/06 - 15h
México
Fisht Olympic Stadium
Sochi
24/06 - 12h
Portugal
Kretovsky Stadium
São Petersburgo



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.