Header Ads

Vai começar a Copa, e com ela 2018

O Taubaté estreia nesta sexta-feira em mais uma edição da Copa Paulista. Em seu retorno a competição, após dois anos de ausência, o Burro da Central entrará em campo já com o pensamento na temporada de 2018. O trabalho realizado pela diretoria deixa claro esta ideia.

Em meio às dificuldades financeiras, o Alviazul já esboça o time que no próximo ano disputará o Campeonato Paulista da Série A2. Dos nomes contratados até o momento, mais da metade provavelmente vestirá o manto taubateano no que vem.

A chegada do técnico Alexandre Ferreira parece uma boa sacada dos cartolas. Com ele, jogadores de bom retrospecto no interior paulista, principalmente como carrascos do Taubaté, casos dos atacantes Billy e Chuck e do experiente lateral esquerdo Paulo Henrique.

Capitão Alan Mota segue no Taubaté para a Copa Paulista. Foto: Bruno Castilho/EC Taubaté
Dos jogadores da casa, Guilherme (zagueiro), Célio Gabriel (goleiro) e Rodrigo Soares (lateral/meia) contam com o carinho do torcedor pelo desempenho já realizado em outros torneios pelo Burro. Do capitão Alan Mota esperara-se o futebol de 2016 e não o desempenho abaixo da média apresentando no primeiro semestre de 2017. O volante Cleber e o lateral Wellington Carioca retornam após boas campanhas pelo clube em outras temporadas.

Entre as novidades, as esperanças estão no lateral Tinga, destaque do Batatais em 2017, e no meia Léo Aquino, que nascido em Taubaté terá a primeira oportunidade de jogar profissionalmente pelo clube de sua cidade.

O Burro também abriu as portas do Joaquinzão para jogadores que já sentiram o gosto de serem campeões da Copa Paulista. Vencedores pelo Santo André, o zagueiro Luiz Matheus e o lateral/volante Jean chegam inicialmente para serem reservas, mas claro de olho na vaga entre os 11.

Para os demais atletas, a competição servirá como vestibular. Tanto para aqueles que receberam uma nova chance após não brilharem na Série A2, casos do zagueiro Éder e do meia Gabriel, como para as jovens apostas que foram destaques nas categorias de base de grandes times do país, mas que profissionalmente ainda não estouraram. Destes, o nome que causa maior expectativa é o meia Hugo, promessa da base do São Paulo e contratado sob indicação do treinador com que trabalho no Botafogo de Ribeirão Preto.

A Copa Paulista também será vista como laboratório pelos atletas formados pelo próprio Taubaté. O atacante Lucas e o zagueiro Henrique deverão receber oportunidades ao longo da competição para começarem a sentir o gosto de como é jogar entre os profissionais.

Correndo por fora diante de times da Série A1 e outros que disputaram o Campeonato Brasileiro da Série D, o Taubaté tem de tudo para fazer uma campanha segura na Copa Paulista, que sabe conseguindo chegar ao menos a segunda fase. Para isso terá bater de frente por uma vaga com os concorrentes direitos, já que São Caetano, Água Santa e Santos B surgem como favoritos na chave. 

Ainda faltam algumas peças, ao menos mais um volante e um atacante, sendo o artilheiro Éverton o sonho de consumo após ser eliminado do Brasileiro pelo Ituano, mas as chances de superar Juventus, Portuguesa e Nacional por esta vaga são reais. Caso não aconteça, o importante mesmo será tirar lições e aproveitar as virtudes para o ano que vem. 

Que comece a Copa, que comece 2018 para o Burro da Central.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.