Header Ads

A Lazio somos nós



A partir de hoje publicarei semanalmente uma coluna chamada “A Lazio somos nós”, onde vou bater um papo com torcedores da SSL de todas as partes do Brasil, e assim mostrar como a Prima Squadra della Capitale é tão querida e amada em nossa pátria verde e amarela.

E o primeiro bate papo é com uma mãe, mas não é uma mãe qualquer, e sim a de um jovem e promissor zagueiro Brazuca que está em sua primeira temporada pela Lazio. Ela vai compartilhar um pouco de sua felicidade de ver o filho em um clube tradicional da Bota e suas expectativas em torno de sua primeira temporada: Patricia Ramos, mãe de Luiz Felipe, camisa 27 Biancocelesti.
Luiz Felipe com a Supercoppa, seu primeiro troféu pela SSL (Foto: Reprodução)


Para começar, Luiz Felipe iniciou no profissional atuando pelo Ituano (SP), em 2015 jogando a Série D do Brasileirão. Sob o comando de Rogério Micale, o jovem talento foi convocado para a Seleção Brasileira Sub-20.
Não demorou muito e o jogador já chamou a atenção da Europa, mais precisamente para a Società Sportiva Lazio. Segundo a imprensa italiana, Luiz Felipe chamou a atenção devido a seu porte físico (na época, com 19 anos, tinha 75kg medindo 1,84).
Em sua chegada à Roma, o zagueiro foi emprestado à equipe da Salernitana para disputa da Serie B italiana.
Em sua primeira temporada pela SSL, Luiz Felipe vem apresentando um futebol seguro. Bem postado e visivelmente entrosado com o grupo, o jogador tem entrado nas partidas da Europa League, onde a Lazio é líder com 100% de aproveitamento em seu grupo.

Com 18 anos o jovem zagueiro iniciou sua trajetória pelo Itauno-SP (Foto: Reprodução)



Confira o bate papo que tive com Patricia, uma mulher muito educada, de fé, e que sempre foi muito receptiva a toda tifoseria Laziale:

Lian: Como o Luiz Felipe entrou para o futebol?
Patrícia: “Fefê”, chamado assim aqui em casa pelos amigos e na minha cidade, Colina, interior Paulista. Ha mais ou menos 20 anos têm aqui a escolinha de futebol. O “Fefê” ia comigo levar o irmão mais velho, João, mas não podia entrar porque era mais novo. Quando fez cinco anos entrou pra escolinha começando no futebol de salão e anos depois entrou para o futebol de campo ganhando vários torneios na escola. Ele disputou diversos campeonatos aqui da região pela nossa cidade. A prefeitura levou uma turma para Itu disputar uma partida. O “Fefê” era o mais novinho dessa turma e graças a Deus agradou ao presidente Juninho Paulista, que no dia assistia ao jogo teste.
Luiz Felipe em um dos campeonatos disputados pela escolinha: É o quinto da esquerda para a direita (Foto: Arquivo pessoal)
Lian: Como você reagiu à proposta da Lazio por ele? Já conhecia o clube?
Patrícia: Feliz demais! Ver o filho realizando sonho é felicidade em dobro, antes dessa oportunidade com a Lazio surgiram outras que não foram tão bem sucedidas. Tivemos aborrecimentos com empresário de outro clube e ele quase fechou com PSV, mas não era pra ser.

Lian: Você já conhecia o clube? Tinha ouvido falar na Lazio?
Patrícia: Conhecia a Lazio de ouvir falar. Nunca tinha parado pra prestar atenção direito não, mas de Agosto do ano passado pra cá, tenho prestado mais atenção e procurado saber mais. A Lazio hoje é a casa que dá “casa” ao meu filho, de onde ele traz o "pão". Em Dezembro passado estive em Formello no CT. Foi uma visita rápida, mas foi com muita emoção.

Lian: O que está achando do desempenho do Luiz Felipe até o momento em sua primeira temporada pela Lazio?
Patrícia: Amados, não me surpreendeu. Eu já sabia!! (muita vontade de gritar isso!). Quando chegou à Itália e foi emprestado ao time da série B, a Salernitana, teve algumas chances de mostrar seu futebol, mas logo teve troca de técnico e com esse não foi tão feliz. Ficava sempre quase no banco e senti o “Fefê” agoniado querendo jogar e mostrar o seu melhor. Sempre falei muito com ele pra ter calma, treinar e treinar muito, dar sempre o melhor. Confio muito em Deus, e tem sido assim. Em Junho ele esteve aqui no Brasil de  férias, mas férias mesmo não teve, pois só treinou e quase não ficou comigo.Graças a Deus está começando a colher os frutos.


Em familia: Luiz Felipe e sua mãe, Patricia (Foto: Arquivo pessoal)

Lian: A SS Lazio tem uma torcida muito apaixonada, e aqui no Brasil não é diferente. Como está sendo a repercussão em relação à presença do seu filho no time da capital da cidade eterna?
Patrícia: Eu acho que a repercussão está sendo grande, abençoada! Aonde vou sou reconhecida como a mãe do defensor, do jogador da Lazio, a mãe do menino que joga na Lazio. Fico feliz porque o próximo sonho que está borbulhando no coração do Felipe é jogar uma Champions League. É o que o ele me contou na noite de Ano novo deitado no meu colo.




O sonho do Luiz Felipe é nosso também Patricia, de ver a Lazio em seu devido lugar disputando as maiores competições da Europa. E o jovem talento Laziale já deu o pontapé para a realização desse sonho. Estamos na torcida por ele, e por nossa amada Lazio

(Foto: SS Lazio e Reprodução)
 
LA LAZIO SIAMO NOI!



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.