Header Ads

Novamente as falhas: Desespero e desrespeito, um medo eminente

Abraçados na luta contra o rebaixamento, Figueirense e CRB duelaram no Orlando Scarpelli nesta noite de sexta-feira (27) pela 32ª rodada da Série B. O confronto direto que podia afastar as equipes do 17º colocado prometia ser duro, disputado minuto a minuto.

O jogo

Nada satisfatório para o torcedor. Um pênalti discutível nos minutos finais do primeiro tempo mostrava que a noite não seria das boas. Adalberto empurrou o jogador adversário na área após cruzamento pela esquerda. João Paulo foi para a cobrança da penalidade e marcou para a equipe da casa.
Em nenhum momento do primeiro tempo as duas equipes conseguiram chegar em seu auge, um futebol horroroso. Leandro Almeida do Figueirense perdeu uma chance incrível quando o jogo ainda estava 0 a 0 na primeira etapa.
Foto: Luiz Henrique
A partida foi péssima para o Galo, no segundo tempo a vantagem só fez crescer. Logo aos 3', Edson Kölln em uma falha bisonha deixou uma bola fácil escapar e encontrar Jorge Henrique que não desperdiçou a chance e ampliou o placar para 2 a 0. 
Mazola tentou mudar, mas a alteração ineficaz mostrou que não seria daquela forma. Um volante e um meia com o time precisando vencer, não dá.
Zé Carlos também entrou no segundo tempo no lugar de Neto Baiano que nada produziu outra vez.
Aos 25' veio outro gol, em outra falha de Edson. Naylhor foi o felizardo que empurrou a bola para a rede para deixar o placar em 3 a 0.
A essa altura, metade da torcida já havia desistido. Não só pelo placar, mas sim pela falta de criação da equipe, foi um futebol apático e digno de equipe rebaixada.
Mas com três minutos depois, sem mérito algum, o Galo conseguiu diminuir o placar com Adalberto após falha bisonha da zaga adversária. Vale a pena lembrar que hoje tivemos as duas piores defesas do campeonato se encontrando, era esperado que ambas falhassem.
Não conseguindo nem chegar perto do segundo gol, a partida foi esfriando e terminou no 3 a 1 para a equipe da casa que agora está a quatro pontos da Luverdense, que joga amanhã contra o Santa Cruz no Arruda. 

Próximo jogo

É uma pena você vir de quatro tropeços e ter que enfrentar o líder do campeonato em casa que está próximo do acesso. A boa, ou péssima, dependendo do gosto do torcedor, é que Diego voltará a campo já contra o Internacional na próxima sexta-feira. Serão sete dias de trabalho duro (ou não) do plantel do Regatas para o confronto. A sorte agora é ver a Luverdense tropeçar nos próximos jogos e manter a diferença de três pontos ou até mesmo aumentar esta diferença.

FICHA TÉCNICAFIGUEIRENSE 3 X 1 CRB
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 27 de outubro de 2017, terça-feira
Horário: 19h15 (horário de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alberto Poletto Masseira (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: João Paulo, Edson Ratinho e Olívio (CRB)
Gols:FIGUEIRENSE: João Paulo, aos 46 minutos do primeiro tempo; Jorge Henrique, aos 3, e Naylhor, aos 25 minutos do segundo tempo
CRB: Adalberto, aos 28 minutos do segundo tempo
FIGUEIRENSE: Saulo; Dudu (Abuda), Naylhor, Leandro Almeida e João Lucas; Zé Antônio, Dudu Vieira, João Paulo, Renan Mota (Marco Antônio) e Jorge Henrique; André Luís (Henan). Técnico: Milton Cruz
CRB: Edson Kolln; Edson Ratinho, Flávio Boaventura, Adalberto e Pedro Botelho; Olívio, Rodrigo Souza, Danilo Pires, Tony (Tinga) e João Paulo (Chico); Neto Baiano (Zé Carlos). Técnico: Mazola Júnior

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.