Header Ads

Clima de férias invade a toca da Raposa

Fala nação azul, mais um dia de muito Cruzeiro para nós. Só de pensar que o nosso querido e inseparável Brasileirão está acabando, já bate meio que um desespero e talvez, esse seja um bom momento para pensar um pouco sobre o retrospecto da Raposa até aqui: Garantido na libertadores (é sempre um prazer relembrar isso), o Cruzeirão Cabuloso com 33 jogos até aqui, ocupa o sexto lugar com 51 pontos (14 vitórias, 9 empates, 10 derrotas).

Nada mal, até porque em relação algumas imprensas esportivas, a Raposa iria brigar para não cair esse ano, será que calamos muita gente? Enfim, infelizmente nos sobrou apenas mais cinco rodadas até o fim do Campeonato Brasileiro e a pergunta que não quer calar: O Cruzeiro Esporte Clube, já está de férias? Olha, porque se não estiver, essa é a primeira impressão que temos dito de alguns jogos anteriores do Maior de Minas, inclusive esse contra o Flamengo.

Fotos: Rafael Ribeiro / Light Press / Cruzeiro

Nada haver, fazer essas partidas apáticas em, Cruzeiro? Não combina nada com você, sem essa desculpa que já ganhamos um titulo esse ano, isso é algum sinônimo para não jogar nada no Brasileirão, só pode ser brincadeira. Sinceramente, esse confronto entre Cruzeiro e Flamengo, foi de doer os olhos, o modo que a Raposa se apresentou, os jogadores estavam errando passe de meio metro, numa má vontade que conseguíamos sentir de longe, para resumir o primeiro tempo: Abaixo na média, poucas finalizações apenas duas para ser exata, Mano Menezes insistindo em algumas peças como Rafael Marques que não existe mais jeito de defender, esquema tático? Recuado e fim.

A solução para tudo isso? É colocar em campo quem realmente quer mostrar serviço, um exemplo, os jogadores da base do Cruzeiro.
Se suas esperanças assim como as minhas, estavam no segundo tempo cruzeirense, eu tenho uma péssima noticia para dar a vocês, a etapa final foi a mesma tortura, o que mudou TALVEZ foi a posse de bola do Cruzeiro que passou a ser maior e se não fosse o Fábio, já sabem, certo?

Para finalizar essa nossa resenha, até porque falar de derrota e da maneira que foi acomodada, merecemos evitar certos estresses, certo nação? Infelizmente, o resultado final da partida foi com mais uma derrota da Raposa. O que mais irrita, não é perder (não estou falando que perder é bom) porém se conformar com o resultado, não corre, não busca um gol de empate ou virada, não faz o mínimo que é criar. Olha, Cruzeiro, isso não é você, simples.


Paula Fernandes/@Paulinha_CEC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.