Header Ads

Veja os números das equipes da Série B em 2018

A Série B de 2018 está chegando. Em quinze dias teremos o início desta competição tão importante para o futebol brasileiro, onde os gigantes não querem estar, mas o desejo dos menores em ao menos jogar uma vez é enorme. Neste ano teremos nove campeões, quase que a metade das equipes participantes tendo ganho a competição. Se não ganhou, há também os tradicionais como o CRB, Fortaleza, Vila Nova e outros.
Destas vinte equipes, muitas não fizeram um bom primeiro semestre. A exemplo da Ponte Preta e Juventude. Mas também há outras que fazem boas campanhas em seus estaduais, regionais ou até Copa do Brasil. O Brasil de Pelotas volta a disputar uma final de Campeonato Gaúcho após um longo tempo. Por pouco no Goiano, o Goiás não é eliminado e se junta a Atlético e Vila na fila da vergonha no estadual.


Bom, dita a introdução breve sobre algumas equipes participantes, vamos aos números. Cino estão garantidos nas finais do estaduais e estarão disputando título nestes próximos dias, sendo dois do mesmo estado (CRB e CSA). Oeste e Guarani estão na semifinal da Série A2 do Paulista, e o Fortaleza na semifinal do Cearense.
CRB e Sampaio Corrêa se classificaram para a segunda fase da Copa do Nordeste. Paysandu está na semifinal da Copa Verde.
Avaí, Goiás e Ponte Preta estão na quarta fase da Copa do Brasil e são os únicos representantes da Série B ainda "vivos" na competição.

Estatísticas

É comum neste começo de temporada as equipes serem avaliadas de duas formas. A primeira é sempre os resultados obtidos em campo, se uma equipe consegue ter boas vitórias é uma garantia de que o treinador permaneça no cargo por mais tempo, a torcida compareça em maior número, e possivelmente a equipe receba mais dinheiro. Mas também há o desempenho da equipe em campo. O resultado é ótimo, mas se a equipe não demonstra qualidade, gera sempre uma desconfiança do torcedor sobre o futuro da equipe no Brasileiro ou em outras competições.
Várias equipes fazem uma temporada péssima ou irregular, a exemplo de Vila Nova, Atlético Goianiense, Ponte Preta e Sampaio Corrêa. Mas há equipes que obtiveram bons resultados, a exemplo de CRB, Figueirense e Goiás. Aqui apresentaremos os números destas equipes até o momento.

Melhores aproveitamentos

Há sim equipes que tiveram adversários e competições mais fortes pelo caminho até agora. Ponte Preta jogou um difícil Campeonato Paulista, enquanto o Fortaleza jogou apenas o Campeonato Cearense na temporada. Mas isso não é levado em conta. Vamos aos números.
  1. Fortaleza (75,5% de aproveitamento)
  2. Guarani (68,6% de aproveitamento)
  3. Paysandu (66,6% de aproveitamento)
  4. CRB (66,6% de aproveitamento)
  5. Figueirense (66,6% de aproveitamento)
  6. Goiás (63,3% de aproveitamento)
  7. Brasil de Pelotas (60% de aproveitamento)
  8. Avaí (55,5% de aproveitamento)
  9. Oeste (54,9% de aproveitamento)
  10. Sampaio Corrêa (54,1% de aproveitamento)
Tivemos três equipes empatadas com 66,6% de aproveitamento. Mas utilizamos o critério de partidas realizadas e vitórias. O Paysandu jogou 18 partidas e tem uma vitória a menos que o CRB que jogou 20. E o Figueirense jogou 21 partidas e tem o mesmo número de vitórias do Galo, são 12.

Piores aproveitamentos
  1. Juventude (35,8% de aproveitamento)
  2. Ponte Preta (37,5% de aproveitamento)
  3. Boa Esporte (38% de aproveitamento)
  4. Criciúma (40% de aproveitamento)
  5. Atlético/GO (40% de aproveitamento)
  6. Londrina (40,4% de aproveitamento)
  7. Coritiba (45% de aproveitamento)
  8. Vila Nova (46,6% de aproveitamento)
  9. São Bento (47,2% de aproveitamento)
  10. CSA (49% de aproveitamento)
Criciúma e Atlético Goianiense empataram com 40% de aproveitamento. Porém, a equipe catarinense jogou três partidas a mais e tem somente uma vitória a mais.

Artilheiros
  1. Gustavo (Fortaleza) - 15 gols em 14 jogos 
  2. Neto Baiano (CRB) - 11 gols em 18 jogos
  3. Cassiano (Paysandu) - 10 gols em 14 jogos
  4. Uilliam (Sampaio Corrêa) - 10 gols em 15 jogos
  5. Bruno Mendes (Guarani) - 8 gols em 13 jogos
  6. André Luís (Figueirense) - 8 gols em 20 jogos
  7. Guilherme Queiróz (Juventude) - 6 gols em 11 jogos
  8. Romulo (Avaí) - 6 gols em 18 jogos
  9. Raphael Luz (Oeste) - 6 gols em 16 jogos
  10. Júnior Viçosa (Goiás) - 5 gols em 11 jogos

Melhores ataques
  1. CRB - 34 gols feitos em 20 jogos
  2. Paysandu - 33 gols feitos em 18 jogos
  3. Fortaleza - 31 gols feitos em 15 jogos
  4. Guarani - 31 gols feitos em 15 jogos
  5. Goiás - 28 gols feitos em 20 jogos
  6. Avaí - 28 gols feitos em 21 jogos
  7. Figueirense - 27 gols feitos em 21 jogos
  8. Oeste - 24 gols feitos em 17 jogos
  9. CSA - 23 gols feitos em 17 jogos
  10. Vila Nova - 21 gols feitos em 20 jogos
Como Fortaleza e Guarani empataram em números de gols, foi utilizado o critério do saldo de gols. A equipe cearense sofreu apenas 13, e a paulista sofreu 18.

Piores defesas
  1. Avaí - 22 gols sofridos em 21 jogos
  2. Criciúma - 20 gols sofridos em 18 jogos
  3. Juventude - 19 gols sofridos em 13 jogos
  4. Vila Nova - 19 gols sofridos em 20 jogos
  5. CRB - 19 gols sofridos em 20 jogos
  6. Guarani - 18 gols sofridos em 10 jogos
  7. Coritiba - 17 gols sofridos em 17 jogos
  8. Oeste - 17 gols sofridos em 17 jogos
  9. Paysandu - 17 gols sofridos em 18 jogos
  10. Figueirense - 17 gols sofridos em 21 jogos
Com o empate das equipes em gols sofridos, considera-se primeiramente o número de jogos. E se o número de jogos for o mesmo, considera-se depois o saldo de gols, ficando a equipe com menor saldo em pior situação.

Melhores médias de públicos

  1. Fortaleza - 12.085 pagantes
  2. Paysandu - 9.031 pagantes*
  3. Vila Nova - 6.785 pagantes*
  4. Coritiba - 6.293 pagantes
  5. CSA - 5.857 pagantes
  6. CRB - 5.585 pagantes*
  7. Figueirense - 5.418 pagantes
  8. Avaí - 4.711 pagantes*
  9. Guarani - 4.173 pagantes
  10. Brasil de Pelotas - 4.123 pagantes*
O asterisco é para lembrar que estas equipes jogaram esta semana em casa e não se tem dados sobre os pagantes da partida, ou seja, é contado apenas os jogos já divulgados.

Piores médias de público
  1. Boa Esporte - 765 pagantes
  2. Oeste - 1.363 pagantes
  3. Londrina - 1.446 pagantes
  4. Atlético/GO - 1.810 pagantes
  5. Criciúma - 2.817 pagantes
  6. São Bento - 2.953 pagantes
  7. Ponte Preta - 3.109 pagantes
  8. Sampaio Corrêa - 3.599 pagantes
  9. Juventude - 3.818 pagantes
  10. Goiás - 4.049 pagantes*
O asterisco é para lembrar que estas equipes jogaram esta semana em casa e não se tem dados sobre os pagantes da partida, ou seja, é contado apenas os jogos já divulgados.

Os dados desta matéria serão atualizados até o dia 12/04, um dia antes do começo da Série B. Servirá como uma matéria com dados das equipes antes do começo da competição. Ou seja, informações sobre médias de público, aproveitamento das equipes e outras coisas poderão mudar a qualquer momento.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.