Header Ads

A ressurreição da lenda: Neto Baiano decisivo novamente

Já é costume, se tornou normalidade. Desde 2016, Neto Baiano deixa seu gol em um jogo válido pela final do estadual. Porém, em clássicos comuns, onde não há essa decisão pelo título, Neto passa em branco. Mas é só chegar na final que a estrela dele brilha. E a lenda então ressurge, ela ressuscita após um ano para nos fazer felizes novamente.
Carrasco, xodó ou ídolo, não é só no CRB que ele causa toda essa indecisão. No Vitória é ídolo incontestável, no Sport também. E no Galo se encaminha para se tornar uma lenda com um feito que nenhum outro jogador conseguiu em Alagoas, dar o título ao clube em três decisões seguidas.

Reprodução TV Gazeta

Ontem, domingo (01), o adversário tinha o mando de campo da partida neste primeiro jogo da final. Não era um dia comum, por sinal. Domingo de páscoa, ressurreição de Jesus Cristo, porém, quem ressuscitou desta vez após um ano foi Neto Baiano.
Logo no primeiro minuto de jogo, Xandão falhou, Willians Santana aproveitou e tentou finalizar, conseguiu, mas Cajuru estava na frente e a bola acabou sobrando para o meio da pequena área. Quis o destino, que o jogador iluminado pela quinta vez nas últimas cinco finais fosse Neto Baiano para abrir o placar e calar o Rei Pelé.
O jogo seguiu após o fato mais comum que existe (Neto marcar o seu gol em uma final) daquela forma que todos sabiam. O CRB de Mazola sempre defensivo após marcar um gol, e assim foi. Enquanto o adversário atacava, o Galo somente se defendia e tentava chegar ao contra-ataque, porém sem sucesso. Um jogo extremamente fraco a nível técnico, com muitas faltas e cartões amarelos. Segundo clássico do ano, segunda vitória com gol por vacilo defensivo adversário e segundo jogo chato.

A melhor defesa, melhor ataque, melhor campanha
Este foi o sétimo jogo no Campeonato Alagoano que a defesa do Galo passou em branco. Só foram sofridos cinco gols até o momento em onze partidas. Mas o ataque continua fervoroso, já foi o 21º gol, e ainda pode vir mais.
Nos últimos 30 jogos no Campeonato Alagoano, o CRB perdeu somente duas vezes. Em 2017 contra o ASA em Arapiraca, e em 2018 contra o Dimensão Saúde em Capela. O Galo poderia estar hoje invicto por dois anos na competição. Neto Baiano é o artilheiro deste ano com 9 gols marcados, e por sinal, merece ser o melhor jogador da competição.

Nada está ganho
Por mais que tenhamos vencido este primeiro jogo, a vitória por 1 a 0 deixa o jogo em aberto. Pode ser que o destino seja maldoso com o Galo, e no segundo jogo aconteça de haver pênaltis ou uma derrota por mais de um gol. Mas os jogadores estão motivados para conquistar uma bela vitória, porém não será tão fácil vencer o CRB em casa. O Galo está invicto há 17 partidas em casa pelo Campeonato Estadual, sendo sua última derrota em 2016 contra o Murici por 3 a 1 durante o hexagonal final daquele ano.
Diego desfalcará o Galo neste segundo jogo por ter recebido seu terceiro cartão amarelo. Boaventura se contundiu e é dúvida para domingo.

Ficha técnica

João Carlos; Ayrton, Boaventura (Everton Sena), Conceição e Diego; Feijão, Willians Fernandes, Leílson e Ratinho (Serginho); Willians Santana (Potiguar) e Neto Baiano.
Treinador: Mazola Júnior

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.