Header Ads

O Tigre persistente

Em apenas três jogos o Vila Nova adotou uma postura diferente em campo para seguir 100% na competição. A última vitória veio na tarde deste sábado (28), diante do Sampaio Corrêa no Serra Dourada por 3x1. Aos poucos o Tigrão tenta acabar com o mal estar entre clube e torcida.  

Vila Nova 3x1 Sampaio Corrêa (Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova FC).
O Vila Nova teve ontem outra tarde feliz jogando em casa nesta Série B. Diego Giaretta, Elias e Mateus Anderson também contribuíram e fizeram a alegria do torcedor presente no Serra Dourada. Mas, a partida não foi feita só de acertos, uma única falha do goleiro Mateus Pasinato resultou no único gol dos visitantes.

Além da boa atuação, Hemerson Maria adotou a equipe uma postura pouco vista no Vila Nova, tendo em vista novamente a maior posse de bola da partida 57% para ser mais preciso. 

Pouco tempo depois o Vila Nova soube absorver as frustrações passadas, era realmente preciso para se adaptar rapidamente ao Brasileirão. Vem sendo um começo memorável para o Tigrão, após vencer o Avaí a equipe na ocasião não convenceu talvez tenha sido pela falta de entrosamento, fizeram uma partida diante do CRB ainda melhor do que a primeira, mas dessa vez diante do Sampaio Corrêa a equipe não só venceu como também convenceu jogando no Serra Dourada. 

O Vila não vencia três partidas seguidas a bastante tempo, nem mesmo na boa campanha da equipe do ano passado. Isso não foi problema neste início de competição o poder de marcação continua sendo o ponto forte da equipe desde o ataque a defesa a marcação em cima do adversário é persistente e firme sobretudo isso não deve mudar, isso vem sendo o diferencial do técnico Hemerson Maria no comando do Vila. 

Para a partida o Tigre contou com apenas uma alteração Lincom saiu para a entrada do atacante Keke, o técnico apostaria novamente na velocidade do ataque. Era uma partida bem disputada com boas chances para os dois lados. O Tigrão contou com à experiência para abrir o placar, em uma falta na entrada da área Elias ajeitou e Diego Giaretta bateu com categoria no canto do goleiro Andrey aos 36 minutos. 

Após abrir o placar o Tigre voltou novamente a sofrer gol de bola parada. O gol de empate saiu também em cobrança de falta, Danielzinho bateu a bola pingou de frente o goleiro Mateus Pasinato, a bola bateu no arqueiro que não conseguiu ficar com ela e na sobra Bruno Moura cabeceou para igualar a partida 1x1. 

 (Foto: Reprodução / Vila Nova FC).
Na segunda etapa o Tigre contou com a reestreia de Alan Mineiro que teve uma pequena contribuição no segundo gol colorado. O meia cobrou escanteio na cabeça do Wesley Matos que desviou e Elias atento cabeceou mandando para dentro do gol 2x1. 

Em seguida o xeque-mate, Maguinho cobrou lateral no pé do atacante Mateus Anderson de fora da área chutou para surpreender o goleiro Andrey marcando um belo gol para fechar o placar 3x1. 

Com o resultado, o Vila conseguiu a sequência  de três vitórias que buscava desde a temporada passada e sua primeira vitória em 2018 com dois gols diferença. O técnico Hemerson Maria viu uma pequena evolução na equipe e ressalta os jogadores que ainda vão estrear pelo Tigrão. 

Essa evolução se deve bem ao trabalho realizado até aqui do Hemerson Maria, apesar da teimosia em insistir em jogadores tecnicamente inferiores a sua equipe o técnico vem aos poucos tentando adaptar os novos jogadores ao seu esquema. 


Próximo jogo 

No próximo sábado (05/05), o Vila Nova enfrentará o rival Goiás no Serra Dourada, às 16h30. O clássico será disputado com torcida única, somente com a torcida esmeraldina. O Tigre parece não se intimidar muito com isso, as duas últimas vitórias do colorado em cima do rival foram com a presença da torcida verde. 

#VamosTigrão

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.