Header Ads

Tabu? Que tabu?

São Paulo vence tabu na Arena da Baixada e segue em busca da permanência no G4 

PremiereFC


Depois de empatar com o Internacional em casa, São Paulo foi até o Paraná com a missão de quebrar um tabu de mais de 36 anos. O Tricolor Paulista não vencia o Atlético-PR na capital paranaense desde fevereiro de 1982, o que incluía nunca ter vencido o adversário na Arena da Baixada, reformada em 1999. Sabendo aproveitar a péssima fase do adversário, São Paulo não "tremeu" com o tabu e venceu o Furacão por 1 a 0.

Sem contar com Rodrigo Caio (cirurgia no pé esquerdo), Edimar (entorse no joelho esquerdo), Bruno (trauma na perna esquerda), Cueva (Seleção Peruana), Brenner (treinando com a Seleção Brasileira), Valdívia (em negociação) e Gonzalo Carneiro (reforço muscular). Assim, Aguirre optou pela escalação parecida com a qual foi contra o Internacional. As novidades foram a volta de Nenê, Hudson e Bruno Alves.

Os dois times mostraram desde o início que não queriam sair da Arena com resultado negativo. Um atacava e logo em seguida o outro dava resposta à mesma altura. Santos e Sid... bom, a zaga são-paulina apareceram bastante no jogo. Na segunda etapa os dois times entraram mais ligados. Logo no início Diego Souza cabeceou em cima do goleiro Santos. E aos 13' Atlético-PR tentou sair jogando com Bruno Guimarães, mas ele perdeu a bola dentro da área para Nenê que acionou Everton, e foi derrubado por Camacho.Pênalti para o time visitante, que foi cobrado e convertido pelo camisa 7. Com a pressão em cima do time da casa (que com esse resultado estava se complicando ainda mais na tabela), o Tricolor conseguiu controlar a partida e levou na mala mais 3 pontos.

Com esse resultado o São Paulo vai a 20 pontos, em 2º (podendo cair de posição dependendo do resultado da partida do Atlético-MG e do Palmeiras). O último confronto antes da parada para a Copa do Mundo é terça-feira (12/06), às 21h30 no Morumbi, contra o Vitória.



FICHA TÉCNICA
Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães - Arena da Baixada, Curitiba - PR
Cartões amarelos: Camacho, Raphael Veiga e Bergson (CAP); Hudson, Jucilei e Nenê (SAO)
Gols: Nenê (SAO)
Arbitragem: Anderson Daronco (RS), auxiliado por Elio Nepomuceno Júnior e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)

ATLÉTICO-PR
Santos; Wanderson (Guilherme), Thiago Heleno, Bruno Guimarães, Marcinho, Lucho (Pavez), Camacho, Carleto, Raphael Veiga, Bergson e Pablo (Bill). Técnico: Fernando Diniz
 
SÃO PAULO
Sidão; Militão, Bruno Alves, Anderson Martins, Reinaldo, Jucilei, Hudson, Araruna (Petros), Everton, Nene (Lucas Fernandes) e Diego Souza (Trellez). Técnico: Diego Aguirre


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.