Header Ads

Gostinho de goleada

Em qualquer circunstância, enfrentar o líder do Campeonato Brasileiro fora de casa é sempre uma dificuldade particular. Tratando-se de Fluminense, essa dificuldade fica ainda mais evidenciada com a
ausência de sua principal arma ofensiva: Pedro, o artilheiro da equipe na temporada.

No entanto, do outro lado, o São Paulo também tinha seus problemas. Além das suspensões de Nenê e Jucilei, o tricolor paulista precisa se preocupar com a lesão do meia-atacante Éverton, que deve ficar longe dos gramados neste mês de setembro.

Os desfalques davam um certo alívio, mas não mudaram a postura do Fluminense que, segundo o treinador Marcelo Oliveira, entrara em campo retraído, apostando nas transições em velocidade para (tentar) surpreender o São Paulo. Ou seja, o empate era lucro.

Jogando em casa e com o apoio de sua torcida, era natural que o São Paulo tomasse a iniciativa e ditasse o ritmo da partida. Porém, a equipe comandada por Diego Aguirre estava visivelmente desfigurada e sentindo falta de um articulador. As jogadas mais perigosas não surgiam de uma individualidade ou um passe desconcertante, mas sim das inúmeras falhas do sistema defensivo do Fluminense.

Mesmo assim, a chance mais clara de gol foi criada pelo tricolor carioca. Após uma bela triangulação no meio-campo, Ayrton Lucas cruzou e encontrou o volante Jadson livre que, na entrada da grande área, acertou o travessão.

O jogo se transcorria da mesma maneira ao longo do primeiro tempo: São Paulo pressionava, Flu errava e o goleiro Júlio César sujava cada vez mais seu uniforme. O clima estava favorável no Morumbi, era uma questão de tempo para que o líder do Brasileirão saísse na frente no placar.

Até que aos 35 minutos, como se as ausências de Nenê e Éverton não bastassem, Diego Souza foi expulso depois de agredir o lateral-direito da equipe carioca. Era tudo o que os jogadores do Flu precisavam para crescerem na partida e almejarem um resultado melhor do que um mero empate. O cenário do jogo estava mudado.

Foto retirada do site IG Esporte <https://statig2.akamaized.net/bancodeimagens/eh/x1/72/ehx172si1zpv5fan2m6w3dipa.jpg>


Na volta para a segunda etapa, Marcelo Oliveira mostrou que estava disposto a lutar pela vitória ao promover a entrada de Júnior Dutra no lugar de Jadson. Em menos de 10 minutos, a resposta. em um lançamento um tanto quanto despretensioso de Sornoza, o zagueiro Anderson Martins tentou cortar e acabou empurrando a bola para o fundo do próprio gol.

A partir daquele momento, o Fluminense tinha o jogo na mão, com um jogador a mais, bastava tocar a bola e esperar pelo apito final. No entanto, mais uma vez, a falta de experiência da equipe foi preponderante para que o time do São Paulo, mesmo sem sua referência no ataque, pudesse se animar na partida.

A cada minuto, o Fluminense recuava e dava mais espaços para o adversário que se aproximava perigosamente à área de Júlio César. A impressão que se tinha era de que, na verdade, o São Paulo que estava com um jogador a mais. Sentindo o bom momento, Diego Aguirre promoveu a entrada do lateral Régis que atuaria mais avançado, exercendo a função de um ala. Brilhou a estrela do treinador.

Poucos minutos depois, Régis se tornou o nome da partida ao arrancar a bola dos pés de Ayrton Lucas (que estava com o total controle no lance) e cruzar para Tréllez empatar o jogo.

Era inacreditável, mas estava acontecendo, o São Paulo estava pressionando o Fluminense com um a menos e estava prestes a virar o jogo. Em uma tentativa de desafogar o time, Marcelo Oliveira pôs Matheus Alessandro e até obteve um resultado satisfatório, mas continuava sofrendo sanções na defesa.

No apito final, os semblantes dos jogadores retratavam um resultado ilusório, um resultado que mais parecia de goleada pró São Paulo, mas que não passava de um empate.

Em uma rodada desastrosa para os clubes cariocas, o Fluminense teve a grande chance para redimir todo um estado no cenário nacional, mas deixou escapar por entre os dedos uma vitória que não estava tão difícil assim de segurar.

ST
Caio Ramos
Foto retirada do site Fotos públicas <https://fotospublicas.com/sao-paulo-e-fluminense-empatam-no-morumbi/> FOTO: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.