Header Ads

Real Madrid 0x2 Real Sociedad – AUPA, IMANOL!!!

Com esse estilão despojado, pra não dizer simples, o homem que praticamente serviu somente a Real Sociedad em toda sua trajetória no futebol dentro e fora dos campos, recomeça sua história no time principal da forma mais impactante possível: calando o Santiago Bernabéu (GABRIEL BOUYSAFP-PHOTO / Reprodução MARCA)
Em 1994 a Real Sociedad, sob comando do lendário John Toshack, passava por uma grande crise. Com vários desfalques nas posições ofensivas, o treinador galês precisou improvisar no setor um dedicado atleta do elenco, lateral direito de ofício e no máximo um meia central até então: Imanol Alguacil.
Foi dele o segundo gol, de cabeça, que selou a importante vitória na época contra o sempre poderoso Real Madrid, no Santiago Bernabéu. Quis o destino que ele voltasse ao banco do time neste domingo no Santiago Bernabéu contra um Real Madrid super favorito, apesar da crise.
Crise que anda muito pior no Anoeta. Com três derrotas seguidas e o despedimento de Asier Garitano, a virada do ano trouxe de volta Imanol, que já havia dirigido a equipe na segunda parte da temporada passada, com ótimos números, mas havia retornado ao time b. Colunistas locais como Roberto Ramajo já mostravam um otimismo, por acompanharem de perto o quão dedicado é o trabalho e a pessoa de Imanol Alguacil (não mudando nada de seus tempos de jogador), a ponto de escutarem de fontes próximas ao ambiente do clube de que o time não perderia de jeito nenhum nessa reestréia de Alguacil. Dito e feito.
Enfrentando um time combalido, mas sempre badalado, do Real Madrid, e com dificuldades de escalação na lateral esquerda, sem Kevin Rodrigues, fora de combate, e Théo, emprestado pelo Real Madrid e impossibilitado de jogo por contrato, a posição foi ocupada pelo garoto Muñoz, de 21 anos e do time b. O pênalti conquistado no primeiro minuto de jogo e convertido por Willian José deu o melhor início possível ao time. Ainda que tenhamos recuado até demais no decorrer do primeiro tempo, quase sofrendo o empate em um chute de Benzema e em um cruzamento venenoso de Vázquez que pegou na trave, soubemos conter o ímpeto do time da casa, impulsionados pelo garoto Vinícius Júnior, que foi com sobras o destaque positivo dos merengues.
Após a volta para o segundo tempo, o Real Madrid começou a ficar cada vez mais nervoso, e principalmente após a tola expulsão do péssimo Lucas Vázquez, a Real Sociedad acabou até mesmo tendo momentos de claro domínio ofensivo, não bastasse a excelente postura defensiva do time durante toda a partida e também no final, evitando gols de Vinícius Júnior e Sergio Ramos.
O segundo gol coroaria a atuação do melhor brasileiro em campo. Willian José, com uma excelente assistência, deixa Pardo, que havia entrado há apenas 10 minutos, sozinho pra cabecear no contrapé de Courtois e fechar a conta em 2 a 0. Com um gol de cabeça, assim como Alguacil fez em seus tempos de jogador.
O início não poderia ter sido melhor para o nosso “novo-velho conhecido” treinador, que renovou contrato até a metade de 2020 e, em pleno dia de reis, muito comemorado tradicionalmente na Espanha, dá um presente maravilhoso pra sua torcida.
AUPA, IMANOL!!!
Ficha técnica:
Real Madrid: (4-3-3) Courtois; Carvajal, Varane, Ramos (cap) e Marcelo (Reguilón, min.77); Casemiro (Isco, min.57), Modric e Kroos (Ceballos, min.80); Vázquez, Vinicius e Benzema. TÉC: Santiago Solari.
Real Sociedad: (4-2-3-1) Rulli; Aritz (Zaldua, min.69), Llorente, Moreno e Muñoz (Zubeldia, min.84); Illarra (cap) e Zurutuza; Oyarzabal, Merino (Pardo, min.73) e Januzaj; Willian José
Gols: 0-1: Willian José (p), min.3. 0-2: Pardo, min.83.
Árbitro: Munuera Montero. Amarelo para Marcelo, Modric e Isco do Real Madrid e Willian José, da Real Sociedad. Vermelho para Lucas Vázquez do Real Madrid por duplo amarelo (min.60).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.