Header Ads

Heróis de uma nação: O Zagueiro de Condomínio


 Fonte: Divulgação/ Twitter/ Libertadores


Rodrigo Caio contestado no São Paulo, intitulado de “zagueiro de condomínio” em seu ex-clube, carregava consigo a fama de ser “bonzinho demais” para a posição de zagueiro, rótulo que ganhou ainda mais força no episódio envolvendo o atacante Jô, em um clássico contra o Corinthians. 

O zagueiro foi contratado por 5 milhões de euros, valor considerado alto para um jogador em baixa, como era o caso de Rodrigo. Além do valor, a contratação carregava o peso de ser a primeira contratação do clube sob o comando da nova diretoria, visando a temporada de 2019.

No Flamengo, Rodrigo Caio se transformou totalmente, titular desde o início do ano, o zagueiro deixou a fama de bonzinho de lado e se tornou o xerife rubro-negro. Efetivo na defesa e marcando gols decisivos, como contra o Corinthians na Copa do Brasil e contra o Athletico no 3x2 no Maracanã, o zagueiro conquistou a Nação e hoje é visto como um dos principais nomes do elenco rubro-negro.

Foto: André Durão/ Globoesporte.com

Com a chegada de Jorge Jesus e ao lado do zagueiro espanhol Pablo Marí, formou uma das melhores duplas de zaga que vimos nos últimos anos.

Fundamental nas conquistas de 2019, Rodrigo Caio mostrou que não é necessário ser desleal para ser “Xerife”. 

A chegada ao Flamengo, deu nova vida a carreira de Rodrigo, que voltou a chamar a atenção de clubes europeus.

Torcemos para que o nosso “zagueiro de condomínio” continue no Flamengo, será peça-chave da continuidade do sucesso do Flamengo.

Ah, e caso alguém saiba onde é este tal condomínio, me avisa.

SRN,

Luiz Otávio
@kurumiin

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.