Header Ads

Com 2 gols de André Lima, Avaí vence em casa e respira no Quadrangular.

Na estréia de Gilson Kleina, Avaí vence de 3 a 0 do Marcílio Dias e é líder do Quadrangular!


Avaí vence e consegue se recuperar no Quadrangular (FOTO:Jamira Furlani/Avaí FC)
Avaí jogou na tarde deste sábado (28) contra o Marcílio Dias com duas missões: a recuperação no Quadrangular e se manter na elite do Estadual. Num jogo com muitas faltas e com muita chuva, o Avaí se saiu bem. Com um gol de Marquinhos de pênalti e dois de André Lima, o Avaí soube achar espaços para jogar, coisa que não fez no Catarinense inteiro. 

Com esse resultado, podemos dizer que o Avaí é líder do quadrangular, mas ainda está sufocado por outros clubes. Todos os clubes estão com 6 pontos, mas o critério desempate coloca o Avaí na liderança. Agora o Avaí vai até Mato Grosso, no estádio Arena Pantanal, na Quarta-feira (1), para enfrentar o Operário, pela Copa do Brasil

Sobre o Jogo:

Primeiro Tempo


O primeiro tempo foi fraco, pois como Marcílio Dias sabia que o Avaí iria com tudo, segurou o jogo e fechou sua defesa. Mas logo aos 10 minutos, William Rocha recebeu um passe de Marquinhos e cruzou para o André Lima, que chutou de primeira, mas chutou em cima do gol do goleiro Pablo. O que contribuiu para o time Marinheiro foram as paralisações: o jogo começou a ficar parado e aos 17 minutos, Allysson sentiu fortes dores e teve que ser substituído. Depois de tanta paralisação, foi a vez do Marcílio Dias atacar e logo aos 30 minutos, numa falha da defesa do Avaí que ficou esperando uma marcação de impedimento, Schwenck acabou mandando a bola para fora. Depois foi a vez do Avaí dar o troco: Anderson Lopes recebeu a bola e tentou o cruzamento, porém Diego Bispo interrompeu a jogada com a mão e o árbitro Sandro Meira Ricci marcou a penalidade. Marquinhos, que é o dono da bola parada no Leão, chamou a responsabilidade para si e converteu o pênalti, fazendo 1 a 0 para o Avaí. 

Depois da penalidade, os jogadores do Marcílio Dias começaram a perder a cabeça. Rogélio deu uma entrada dura em André Lima e recebeu cartão amarelo e em seguida Leanderson, que fez um belo jogo no último confronto contra o Avaí, deu uma entrada forte em cima de Pablo e recebeu o cartão vermelho. O primeiro tempo acabou assim, Avaí 1x0.

Lateral Pablo caído após chegada dura de Leanderson
(Foto: Jamira Furlani)
Segundo Tempo


Com a bola rolando no segundo tempo, parecia que o jogo continuaria com mesmo ritmo do primeiro, com Avaí tentando atacar e o Marcílio Dias se segurando. Mas aos 8 minutos, o Avaí cresceu e com a ajuda de Marquinhos, que deu um belo passe para o André Lima, o Avaí ampliou o placar. Segundo gol da partida e segundo gol de André Lima com a camisa do Leão. Com substituições inteligentes de Gilson Kleina, a equipe se segurou na defesa e atacou bem, aproveitando a vantagem numérica. Assim, aos 30 minutos, Marquinhos tocou para o Anderson Lopes que apenas rolou para André Lima encher o pé e fazer o terceiro gol para o Avaí e fechar o caixão, saindo da ressacada com a vitória.

Homem do Jogo do Leão


Podemos dizer que temos 3 jogadores em destaque no jogo de hoje: André Lima. Renan, de apenas 17 anos. Ambos fizeram uma ótima partida, mas quem brilhou mesmo na tarde deste sábado, foi o ídolo e experiente Marquinhos Santos. 

Com passes importante, e com 1 gol e 1 assistência nesse jogo, Marquinhos foi o destaque. Soube armar contra-ataques providenciais para a equipe do Leão. E com esse de hoje, faltam apenas 5 gols para ele ser o maior artilheiro da Ressacada.

Com 1 Assistência, 1 gol e com ótima atuação, Marquinhos foi o homem do jogo e destaque do Leão
(Foto: Cristiano Estrela)
Ficha Técnica:

Estádio: Ressacada
Público: 3.512 
Renda: 27.400 R$
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Auxiliares: Carlos Berkenbrock e Rosnei Hoffmann Scherer 
Cartões Amarelos: Ronaldo Alves e William Rocha (Avaí); João Neto e Rogélio (Marcílio Dias)
Cartões Vermelhos: Leanderson (Marcílio Dias)

Avaí:
Vágner; Pablo, Antonio Carlos, Jeci (Ronaldo Alves) e William Rocha; Renan (Uelliton), Eduardo Neto, Renan Oliveira (Rômulo) e Marquinhos; Anderson Lopes e André Lima 
Técnico: Gilson Kleina

Marcílio Dias:
Pablo; Thoni, Rogélio, Alysson (Diego Bispo) e João Neto; Leanderson, Mineiro, Alisson Costa e Athos (Ronaldo Capixaba); Schwenck e Soares (Neguetti)
Técnico: Leandro Campos


"Avaí é paixão, ta no meu coração e não tem jeito!" 
@Coeejp 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.