Faça Parte

Na estreia da nova camisa, Coritiba vence mais uma

Nova camisa Coxa-branca
(Coritiba/Divulgação)
No sábado (21/03) o Coritiba confirmou o bom momento no Paranaense e venceu o Cascavel pela 10ª rodada do Campeonato Paranaense, pelo placar de 3 a 1, resultado que mantém o Alviverde na ponta do Estadual.

O Coritiba encerra a participação na fase inicial do campeonato no próximo domingo (29), quando visita o Paraná Clube, na Vila Capanema, em Curitiba.

Rafhael Lucas marca mais um e Negueba enfim desencanta

Em, noite de estréia da nova camisa Coxa-branca, o Verdão recebeu a equipe do Cascavel e buscava mais uma vitória no campeonato.

Disposto a mostrar que a camisa dará sorte ao Verdão, o Coritiba foi pra cima da equipe do Cascavel e abriu o placar logo aos 11' do primeiro tempo com o artilheiro Alviverde Rafhael Lucas. O prata da casa pegou o rebote após chute de Wellington Paulista e marcou seu 9º gol no estadual.

O Coritiba continuava controlando a partida e aos 23' do primeiro tempo, João Paulo cobrou escanteio, Hélder subiu com o defensor da equipe do oeste do estado, que vai com a mão na bola, a bola sobra pra Rafhael Lucas que quase fez de bicicleta. Aos 33' Wellington Paulista fica cara-a-cara com o goleiro do Cascavel após passe de Negueba, toca por cobertura e o zagueiro tira a bola de dentro do gol, porém a arbitragem não marcou nada. 

Aos 38' do primeiro tempo, enfim sai o segundo gol Alviverde. Negueba enfim desencantou. o Camisa 7 faz linda jogada individual e bate da entrada da área marcando o seu primeiro gol com a camisa Coxa-branca.

Wallyson entra e já marca

Na volta do segundo tempo, o Verdão continuava com domínio do jogo. Aos 7' Wellington Paulista serviu Rafhael Lucas, o prata da casa passou pelo goleiro, mas acabou batendo rasteiro, no pé da trave.

Marquinhos Santos aproveitou para dar ritmo para alguns atletas e promove a estréia de Wallyson, que aos 23' minutos recebe de Norberto na pequena área e com o gol aberto faz o 3º Alviverde.

Aos 28' a equipe do oeste diminui o placar. Dewide arriscou de fora da área, a bola desviou em Welinton e acabou enganando o goleiro Vaná.

Vale destacar que o prata da casa, ficou 619 minutos sem sofrer gol, que é a 8ª maior sequência da história do clube.

Confira a sequência das defesas que ficaram mais tempo sem sofrer gols:

1º- 937 minutos em 1972: Jairo (10 partidas)

2º- 873 minutos em 1978: Manga (8 partidas) e Joel (1 partida)
3º- 845 minutos em 1973: Jairo (8 partidas)
4º- 829 minutos em 2008: Edson Bastos (8 partidas)
5º-786 minutos em 1973: Jairo (8 partidas)
6º- 726 minutos em 1991: Luis Henrique (7 partidas)
7º- 637 minutos em 1974: Jairo (6 partidas)
8º - 619 minutos em 2015 – Vaná (6 partidas)
9º- 601 minutos em 1981: Roberto Costa (6 partidas)
10º- 572 minutos em 1993: Anselmo e Renato (3 partidas cada)
11º- 567 minutos em 1978: Romeu (2 partidas) e Altevir (4 partidas) 
Na reta final, Marquinhos Santos promoveu as entradas de Rodolfo e Keirrison. Mas, o placar acabou inalterado e o Verdão garantiu mais uma vitória dentro do estadual.
Valeu Coxa!!!



Texto feito por:

@_Andreyfelipe

Postar um comentário

0 Comentários