Header Ads

Ninguém segura: Sampaio vence superclássico contra Moto Club

No primeiro teste de maior dificuldade nesse ano, o Sampaio acabou aprovado. Em um jogo muito disputado e equilibrado, a Bolívia Querida bateu o rival Moto Club por 1x0 e chegou a terceira vitória seguida. Além disso, segue sem sofrer nenhum gol na competição.

O jogo começou tão quente quanto o clima maranhense. Com faltas duras e boas jogadas para os dois lados, os dois goleiros começaram a trabalhar desde cedo. Quando Fernando Santos conseguiu boa jogada pela lateral e bateu, a bola parou na trave.

As boas defesas, porém, não evitaram o gol de Edgar, que soltou uma bomba de fora da área e acertou o ângulo para delírio do Castelão, que recebeu um bom público nesta tarde. 1x0.

Sampaio bateu o Moto por 1x0 (Foto: Elias Auê)
Jogo foi muito brigado no Castelão.
(Foto: Sampaio Corrêa)
Após o intervalo, o jogo seguiu com o mesmo ritmo: muito pegado, marcação e as duas equipes dispostas a atacar. Ainda que o placar fosse favorável, o Sampaio seguia no ataque querendo matar o jogo.

Depois de quinze minutos travados, com muitas faltas e divididas, o Tubarão começou a achar mais espaços para atacar e chegou a marcar o segundo gol com Guilherme Santos, mas a arbitragem marcou impedimento.

Nos minutos finais, nova polêmica: em chute de fora da área de Pedro Gusmão, a bola chegou a tocar a mão do zagueiro Luiz Otávio, porém o árbitro mandou seguir e a vitória magra no superclássico foi mantida, juntamente com a invencibilidade da Bolívia Queria e da sua defesa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.